Psicóloga Responde

Dicas úteis para o dia-dia

Quando se leva um fora – O que fazer?

Esta é uma entrevista que dei e repercutiu muito bem – muitas mulheres me escreveram que foi extremamente útil, e por isso compartilho no blog:

P: Temos como prever um fora?

LM: Sim. Quando o rapaz se torna mais frio, não te procura mais, fica distante. É sinal de que ele pode não estar interessado em você. Mas, também pode ser que ele está com um problema, com depressão ou numa situação muito difícil, e, portanto, não sobra mente, nem energia para namorar ou ficar. A melhor maneira para saber o que está acontecendo, ou em que terreno você está pisando é conversar. Pergunte: Tá tudo bem com você? Você está com algum problema? Se ele disser: “não, não estou com nenhum problema, está tudo bem comigo”. Então você pode arriscar: ”Então parece que o problema é a gente”. Aguarde para ver o que ele vai dizer e confirme a sua hipotese que aí vem o fora. Se a hipótese for confirmada saiba que se ele não te deseja, não é porque você não é boa, é porque ele não te merece mais.

Ainda não inventaram nada melhor que uma boa e sincera conversa.

P – Qual é a melhor forma de reagir a ele?

LM: Depois de um fora. Primeiro pense em como reagir com você mesma. Vou ajuda-la a pensar: Se ele não esta mais interessado em você, isto não é prova de que você não é bonita, interessante e atraente. Isto prova que você se libertou de alguém que não te merece. Você deve se sentir grata por ele libertar você para se relacionar com alguém que te dê valor e te mereça. Muitas vezes os homens não desejam mais as mulheres porque eles só estão interessados em conquistar. O desejo deles não é a mulher, mas sim a conquista. Depois da conquista, eles precisam conquistar de novo, e de novo, sucessivamente. É o mesmo mecanismo dos compradores compulsivos, depois de ter aquilo a coisa ou a pessoa não interessa mais. São pessoas que só valorizam o que não possuem. Em geral eles precisam conquistar o tempo todo para provar a si mesmo de que são capazes de atrair garotas. Eles têm um problema de autoestima. O problema não é com você e sim com ele, que tem dificuldades de gostar de alguém porque não gosta muito de si mesmo. Estes homens comprovam o famoso ditado: “Clube que me aceita eu não entro”. Fuja deste tipo de homem.

Depois de chorar um pouco e ficar um pouco triste “enterre”, metaforicamente, ele como o namorado dos seus sonhos. Para libertar-se e viver novas paixões. Não deixe que isto te faça insegura ou rebaixe sua autoestima. Lembre-se que ele tem todo direito de ficar ou não com quem quiser. Tente não ficar ofendidinha. Ficar ofendida é sinal de imaturidade. E que a sua autoestima depende inteiramente do outro.

P – Ao encontrar o ex por aí, tem gente que ignora, tem quem cumprimente… O que é o melhor a se fazer?

LM: O melhor é ser educada e cumprimentar normalmente. Afinal vocês tiveram uma relação e isto mostra que você superou e se libertou. E que valoriza as pessoas com quem se relaciona, é uma mostra que também valoriza a si mesma. Além de ser um sinal de maturidade. Mesmo se for difícil, no inicio, esta atitude fará bem a você e a sua integridade. Quando a gente respeita o outro é porque respeitamos a nós. Se você for hostil, grosseira, agressiva e esnobe. Fará mais mal a si própria do que à ele. Ele simplesmente receberá suas agressões e será “vitima” e você será uma pessoa: hostil, agressiva, grossa e esnobe. Viu o mal que você faz si mesma? Depois sua autoestima é rebaixada. E você entra num ciclo vicioso precisando desesperadamente que o outro te valorize, pois você mesma não se valoriza.

P – Como segurar a auto estima se for trocada por outra?

LM: O fato dele “trocar” você por outra não significa que você é pior. Lembre-se do ditado: “o que seria do rosa se todos gostassem do azul”. Quando se é trocada por outra a gente sofre, e quando a gente sofre está diante de uma boa oportunidade de crescer. Entender que se ele não gosta mais de você, ele, não é bom suficiente para você. Ele não te fará feliz. Se ele te trocou por outra é sinal que ele não consegue te dar o valor que você merece. A gente troca de roupa e não de mulher.

Faça o luto deste cara. Enterre o sonho de ficar com ele, de sentir-se amada e valorizada por ele. E assim, liberte-se para ficar com alguém que te valorize e te mereça. Sempre é bom aprender com a experiência. Pergunte a si mesma: “Será que eu sufoco? Será que sou muito insegura? Será que????” Estas perguntas te ajudarão a se perceber e se transformar.

P – A tristeza que vem depois do fora, existe uma maneira “mais indicada” de lidar com ela? Que dicas você dá para a mulher nesse sentido?

Não finja que nada aconteceu. Entre em contato com a dor. Se tiver vontade chore. Abra o seu coração com uma boa amiga. Mas não com qualquer pessoa e o tempo inteiro. Se você falar o tempo todo sobre isso e com todas as pessoas, é sinal que está obsecada. E isto é mal. Se for muito difícil, com certeza uma profissional ajudará você a transformar esta dor em crescimento. Vou dar uma dica para toda a vez que você tiver um problema ou um sofrimento na vida. Pergunte: o que pode haver de bom nisso? Saiba que tudo na vida tem um lado positivo. O lado positivo de levar um fora pode ser: 1- libertar-se de alguém que não te valoriza. 2- libertar-se de alguém que não te merece. 3- libertar-se de alguém que não te fará feliz. 4- Aprender que na vida muitas vezes gostamos mais de alguém ou valorizamos mais alguém que não nos valoriza e não nos dá a mesma importância (é a vida). 5- Saber que é importante não colocar a nossa autoestima nas mãos do outro. 6- Agirmos de maneira a nos sentir bem com a gente mesma para podermos nos valorizar, mesmo quando o outro não valoriza. 7- Aprender a gostar da nossa companhia para não ficar tão dependente do outro. 8- Há um antigo ditado que gosto muito: “seja pouco, mas seja você mesmo, e se este pouco não bastar à alguém, este alguém não basta pra você”

P – Uma vez, eu li que, para superar um fora, você tem que passar pelo 5 estágios do luto. Você concorda?

 

Os 5 estágios do luto são:

  1. Negação      e Isolamento: “Isso não pode estar acontecendo.”
  2. Cólera      (Raiva): “Por que eu? Não é justo.”
  3. Negociação ou barganha: “Se eu fizer istou ou aquilo ele voltara”
  4. Depressão:      “Estou tão triste. Por que me preocupar com qualquer coisa?”
  5. Aceitação:      “Tudo vai acabar bem.”

Não acho que seja necessário os 5 estágios, mas a raiva e o choro são importantes para fazer o luto dos sonhos que a gente tinha de ficar ou namorar com alguém que não nos deseja mais. Este alguém com quem a gente sonha, se a gente sonha é sinal que estamos idealizando. Colocando ele num patamar que não condiz com a realidade. Mais cedo ou mais tarde, iriamos nos decepcionar.

Bem, sobre mim: Sou Psicoterapeuta atendo em consultorio particular crianças, adolescentes, adultos e casais.

Autora do livro Maly – Superação e a arte de dar sentido à vida em forma de ficção – “Não consigo parar de ler” – depoimento dos leitores

Muita gente está me perguntando como fazer para adquirir o livro enquanto ainda não está distribuído pelo Brasil, então envio as dicas: (Meu verdadeiro e maior ganho com a aquisição do livro é a alegria em divulgar algo que penso ser enriquecedor para a psique humana)

 

Por enquanto é possível adquirir o livro na Livraria da Vila ou pelo site da editora:

http://www.primaveraeditorial.com/

Depois de entrar no site, entre em livraria virtual,

Clique em selo primavera, do lado esquerdo e você verá o livro Maly.

Desejo uma boa leitura, que seja prazerosa e inspiradora!!

Um grande abraço,

Léa

.

 

 

 

 

 

6 de Janeiro de 2012 Publicado por | Quando se leva um fora. O que fazer? | 99 Comentários

   

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 94 outros seguidores