Psicóloga Responde

Dicas úteis para o dia-dia

Casamento Feliz

Esta foi uma entrevista que concedi a mídia sobre casamento feliz.
Aqui compartilho com vocês, na esperança que estas dicas auxiliem para que seu casamento seja mais feliz!
Boa leitura, que seja prazerosa e inspiradora!!
Pauta – Felicidade: amor e sexo
* Você acha que as mulheres querem tanto ser felizes no relacionamento que têm esse desejo acabou se tornado um peso, uma ansiedade, e, com isso, atrapalhando o relacionamento amoroso? Por quê? O que ela pode fazer para evitar que esse desejo de “felicidade plena” não torne a pessoa frustrada com seu romance?
Isto pode acabar sendo um empecilho para a boa relação conjugal porque haverá grandes expectativas, idealizações a respeito do que é vida de casal. Ela vai desejar que seu marido seja aquilo que ela idealiza, e ele nunca vai poder ser aquilo que ela tem em mente, mesmo porque se ele tentar ser o que ela quer, ele vai deixar de ser ele mesmo, vai se anular, e nenhuma mulher quer um homem anulado, sem personalidade, autenticidade, se isto acontecer, ela estará como que se relacionando sozinha, oi com a seu ideal, com a ideia dela.
A pergunta é muito boa, porque nas entrelinhas há a questão sobre qual é a melhor maneira de entrar numa relação? Aberta para o que vier. Sem expectativas, sem comparações com o homem que você tem nos sonhos, mas aberta para acolher, receber e usufruir o homem que você tem na realidade. Lembre-se: a pior coisa é transformarmos nosso companheiro em depositário de nossas frustrações. E uma boa pergunta para você se fazer: “Que direito eu tenho em ficar brava porque ele não é como eu queria que ele fosse?”
Felicidade plena é poder se abrir para a vida e recebe-la como ela é, e fazer o melhor com o que temos, seja marido e todas as possibilidades do viver.
* Por que é difícil para muitas mulheres encontrarem felicidade nas pequenas coisas e gestos do seu parceiro, pequenos, mas importantes, acontecimentos ao lado da pessoa amada? É possível mudar esse pensamento? Como?
Parando de comparar o que temos com o que a gente acha que a amiga tem, ou com o que a gente idealiza. Desenvolvendo a capacidade de sentir-se grata. De olhar e valorizar o que temos e não o que não temos. Expandir a sabedoria de estimar e valorizar o bom que há em todas as coisas e não o mal. Porque tudo é bom e mal. Nada é só bom ou ruim.
Veja as qualidades de seu companheiro e amplie-as na sua visão, como se você tivesse um binóculo imaginário que de um lado aumenta e do outro diminui. Use o lado do binóculo que aumenta para ampliar o valor que você pode dar as qualidades de seu marido e o outro lado para minimizar as falhas. O problema é que nós fazemos o oposto, ampliamos as falhas a ponto de anular as qualidades. Isto destrói a relação, a autoestima do casal, e impede a felicidade.
* O que a mulher deve fazer para se sentir feliz com o próprio corpo, com a beleza que possui?
Usar vestimentas e acessórios que põe em evidencia o que temos de mais belo e minimizar as falhas. Saber que ninguém é perfeito. Sentir-se grata por ter um corpo funcional e saber que o principal não é a nossa embalagem, mas nosso conteúdo.
Não exagerar na produção, isto nos deixa artificial, e nos mascara, impedindo de sermos naturais. Ter em mente que a nossa espontaneidade, autenticidade, originalidade fala mais sobre nós do que uma celulite, umas gordurinhas a mais, as rugas que evidenciam maturidade, e estes detalhes banais. O problema é que nos dias de hoje os padrões de beleza física se tornaram tão valorizados que nós deixamos nossa personalidade ser engolida por estas mesquinharias. Saber que nosso jeito de ser, a confiança em nós é o que nos torna verdadeiramente belas.
* Por que muitas mulheres não são felizes no sexo? O que elas deveriam fazer para se sentir realizadas na cama, com o seu parceiro?
Permitir-se e autorizar-se sentir prazer. Poder transitar em todas as áreas da vida, e saber que tudo tem sua hora: hora para a profissional, a mãe, a dona de casa, a intelectual, a esportista, etc. Ficar obcecada num único setor da vida impede a mulher de viver plenamente alguma área importante do viver, e através da minha experiencia clínica, noto que o campo que acaba mais prejudicado é o sexual.
* A mulher de hoje acabou se tornou multitarefas (mãe, dona de casa, profissional…). Como ela pode ser feliz no sexo e com seu parceiro sem sentir esgotada, estressada com os filhos e o marido?
Usar o sexo justamente para relaxar a tensão, e não o oposto, ou seja, a mulher não consegue se relacionar satisfatoriamente porque está tensa com as questões da vida.
* As expectativas da mulher em encontrar um parceiro “perfeito” podem estar a atrapalhando na busca da felicidade no amor?
Claro que sim, porque o perfeito simplesmente não existe. Enquanto ela procura o que não existe, deixa de aproveitar e curtir o que existe.
* Muitas mulheres costumam entrar de cabeça em tudo nos relacionamento. Esse comportamento é uma opção para se sentir feliz? Por quê?
O que você chama de entrar de cabeça? Será com altas expectativas? Acreditando que este é o homem ideal? Se for isso, ela vai se frustrar, porque o homem que a mulher idealiza só existe na ideia dela.
* Quais as suas dicas para a mulher se tornar 100% realizada e, assim, feliz no seu relacionamento amoroso, seja ele um casamento ou namoro?
100% é muito. Mas o segredo do casamento feliz é usar o binóculo imaginário, que citei acima, não ficar obcecada na relação, podendo transitar nas diversas áreas do viver e dialogar.
* Na sua opinião, qual seria a receitinha da felicidade?
Ser você mesma, espontânea e autentica. Dar liberdade para que o outro também possa ser ele mesmo. Quando algo não vai bem, procurar o diálogo. Nunca jogar pedras, porque ao jogarmos pedras o outro coloca um escudo e não tem mais conversa. Conversar não só se colocando, mas também escutando e levando em consideração o que ele diz. Lembre-se uma boa relação conjugal dá trabalho, mas é uma boa oportunidade de evolução.
Créditos
Léa Michaan – Psicanalista.
Pós-graduada em Psicoterapia Psicanalítica pela USP;
Mestre em Psicologia Clinica pela PUC – Atende crianças, adolescentes, adultos e casais.
Autora do livro Maly da Primavera Editorial – Romance envolvente e inspirador

Anúncios

26 de Agosto de 2012 - Posted by | casamento feliz

4 comentários »

  1. Folhos toda vez que peço algo para ele fazer, ele fala mas eu de novo ja fiz isso ontem, porque tem que fazer hoje de novo.

    Gostar

    Comentar por ademir | 11 de Outubro de 2012 | Responder

  2. Preciso urgente de um conselho, namoro a 3 anos e o bendito diz q não estamos aptos ao casamento, ele éformado, êh estou quando me formando, ele tem um ótimo emprego, mora com os pais , não tem despesas com a casa, viver a se realizar com compras que parecem ser bem mais importantes do que eu, eu tenho medo dele ter se acomodado, afinal de contas, sexo, companhia, amizade, liberdade que não só eu como minha família deu a ele..ele não quer nada que venha ser compromisso e responsabilidade .. Preciso urgente de uma luz, não estou afim mais de esperar, já tivemos um termino de 2 meses afastados.. E agora eu quero só uma certeza se ele realmente me quer ou não para um casamento, pois não aguento mais viver de enrrolaçao, ele troca moto todo ano, celular, computador , vídeo games, ele compra compulsivamente , quando falo em família, casamento e filhos, logo vem a desculpa, quero primeiro comprar um apartamento, poxa passar 50 anos pagando um apartamento, não êh isso q eu quero para minha vida, viver esquentando a cabeça até a minha velhice, podemos viver de alugue isso nunca matou nem tirou a mordomia de ninguém… Chegue a fala aele não conte comigo para comprar apê, eu não tenho intenção nenhuma de comprar imóveis e me individar pro resto da vida .

    Gostar

    Comentar por Viviane | 4 de Fevereiro de 2014 | Responder

    • Vocês estão juntos, mas têm planos diferentes para o futuro. Ele está bem do jeito que tá e você não. Este é o quadro.
      Sugiro que você faça um projeto de vida, por exemplo diga que em seus planos há casamento num futuro próximo dê a data limite, e diga que você está insatisfeita do jeito que está e escute pra ver o que ele diz.
      Se se ele se manter irredutível, então diga que você vai pensar.
      Mantenha um diálogo interno e pense no que você prefere, ficar com ele e aceitar o que ele pode te oferecer, partir pra outra, procurar fazer um acordo ou …
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 5 de Fevereiro de 2014 | Responder

      • Obrigada Léa! Terei uma viveras em breve com ele, sofro só de pensar em viver longe dele,mais viver com um plano de futuro distante já está me magoando como mulher e como pessoa .. Pra mim namoro tem validade e acho q em 3 anos já nos conhecemos muito bem.

        Gostar

        Comentar por Vivi | 5 de Fevereiro de 2014


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: