Psicóloga Responde

Dicas úteis para o dia-dia

Sofrer de amor – Porque sofremos tanto por amor e de amor?

A maior dor no amor acontece quando as sintonias são diferentes. Nosso amor atual é seduzido por um terceiro, ou não, simplesmente deixou de encontrar em nós os elementos que o levava a nos amar, e enquanto isso, nós permanecemos com os sentimentos focados nele. Nossa mente está ocupada com ele e nós continuamos investindo em saudades, lembranças e desejos frustrados e direcionados a ele. Enquanto ele investe em outra pessoa ou objeto de vida.
Dói muito porque quando perdemos um amor, estamos perdendo um pedaço do nosso passado, presente e futuro.
No passado ele fazia parte da nossa vida e antes mesmo dele chegar, em nossos devaneios sonhávamos com aquele que completaria o “quadro” e quando o encontramos, temos a impressão que a figura do quadro se fechou.
No presente, dói viver sem aquela pessoa ao nosso lado. Nos flagramos sofrendo com a ausência dela.
E nosso futuro dói porque foi planejado junto a pessoa amada. Assim, ficamos sem chão, perdidos no tempo.
Contudo, não podemos perder de visa que a vida é formada por começos, meios e fins, e uma das dores, neste caso, é que o fim chegou antes do esperado. Outra dor é que estamos em sintonias diferentes e por isso no lugar da pessoa amada fica uma ausência profunda.
Porém, não podemos esquecer que esta dor é finita assim como tudo nesta vida porque como mencionei anteriormente nossa vida é formada constantemente de começos, meios e fins. Para que esta dor acabe é necessário não alimentá-la, mas o oposto, desnutri-la. Para isso, será preciso aceitar o término, então choramos um pouco ou um muito; vivemos o luto e cada um de nós no nosso ritmo único e singular, vamos nos libertando pouco a pouco para viver novos amores.
É necessário ter em mente que não há uma única pessoa que completa o nosso quadro afetivo, existem inúmeras possibilidades. Em cada fase, em cada estágio da vida, do mundo e de nós mesmos, outras pessoas podem completar a cena. Este que se foi não é mais aquele que fecha a figura que temos do amor.
Aceitar isto nos libertará de continuar investindo naquele que não nos dará retorno, apenas nos deixará mais e mais desnutridos. E assim, pouco a pouco, respeitando o tempo propício, como uma flor que se abre, nos abrimos para a vida e nos soltamos das amarras sufocantes da dor da ausência daquele que já foi, mas não é mais o amor de nossas vidas.

Léa Michaan,
21/01/2014

Anúncios

21 de Janeiro de 2014 - Posted by | sofrer de amor |

65 comentários »

  1. Meu nome é Italo tenho 15 anos e minha namorada tbm, assim tudo começou em um desfile do colegio q estudamos, e nos conhecemos la, ela me pediu pra tirar uma fto com ela e eu fui, sem saber q ali seria o comeco de um grande amor, abreviando a historia mais, o tempo foi passando e 4 meses dps eu a pedi em namoro, ela disse q me amava e eu tbm amo ela, estamos juntos a 3 meses e meio nosso “aniversario” é agora dia 09 de fevereiro, mais no começo desse ano ela me falou q tinha alguma coisa errada com ela, trocamos sms pq estavamos mto longe um do outro, e ela me falou q Achava q n gostava mais de min, mais q ainda me ama,e que tem medo de me perder e eu tbm tenho medo q isso aconteca, tenho um certo medo pois é minha primeira namorada e eu sei posso fazer la feliz e ela sabe q eu posso, mais eu venho sofrendo mto com isso q ela falou, ela me pediu pra reconquistar ela mais n sei onde errei, ou se errei em algo, pq eu sou romantico e ela nem tanto, somos totalmente diferentes e isso q eu gosto nela, amo qnd ela sorri pra min, e ja falei, tem alguma explicacao pra oq esta acontecendo com a gente? Se for algo simples eu irei lutar por ela, irei reconquista la, eu ja falei q por mais q tenha sido dificil comecar, vai ser dificil se afastar, eu sofri mto antes de conhece la, antes de ser feliz como eu estou sendo com ela, n sei se estou fazendo o certo pedindo ajuda, mais estou dando meu maximo pra reconquista la!

    Gostar

    Comentar por Italo Medrado | 31 de Janeiro de 2014 | Responder

    • Olá Italo, nossos primeiros amores nos arrebatam. Você diz que está dando o teu máximo pra reconquista-la, talvez aí mesmo esteja o seu erro. você dá tanto de si pra ela que não sobre Italo pra mais nada. Procure curtir e transitar pelas outras áreas da sua vida além da garota. Curta mais teus amigos, esportes, hobbyes, passeios, lazer e todas as outras coisas da vida. Isto será mais saudável pra você e também ela irá te valorizar mais. Tenho a impressão que você se deixou “engolir” por ela, e isto não faz bem nem pra você e nem pro relacionamento.
      Um grande abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 31 de Janeiro de 2014 | Responder

  2. Que lindo…
    Faco muitos planos para o futuro da minha familia…
    Espero que consigamos realizar juntos

    Gostar

    Comentar por Jose Maria | 5 de Fevereiro de 2014 | Responder

  3. Boa Tarde Lea,
    Tenho 30 anos e a pouco mais de 2 anos contando umas idas e vindas namoro um.homem 10 anos mais velho que eu.Quando conheci fazia um ano.q estava separado de um casamento de 15 anos.Ate ai tudo bem comecamos im namoro , ele sempre muito sincero comigo nunca me iludiu , sempre diz q gosta d mim , mas amor ainda nao sente
    nao.morre de paixao por mim!
    não brigamos, adoramos fazer programas juntos convivo com toda a familia dele, inclusive com a filha.Nao tenho nenhum problrma com s ex mulher dele. Mas a pouco tempo descobri q no passado ele teve uma amante a mais d 7 anos., e ela e apaixonada e loucs por ele até hj,e sei wue foi muito apaixonado por ela. quando soube dessa caso , ele conversou comigo disse w tinha muita vergonha desse passado…e sofre smeacas …e.por isso tem.w ficar “administrando” ela. Nesses dois anos q estamos juntos, quando terminamos o namoro ele fica com ela. Enfim dois anos se passaram e hj posso dizer que amo, mas ele ainda não. Ai penso sera que se ele nao me amou até agora vai amar um dia.? E pra ajudar ele é bipolar…um dia cheio d carinho outro nem me toca…E a gente tem tem um.problema serio.prs dialogar quando estamos bem nao queremos discutir a relação, e se nao estamos virados nao queremos pq nao e.momento pra nao magoar um so outro.Eu tentei me desligar. .conhecer outra pessoa mas nao vai…nao consigo nem me interessar. Me ajude! preciso d um conselho d um.profissional obrigada

    Gostar

    Comentar por Mariana | 5 de Fevereiro de 2014 | Responder

    • Parece que é isto que este homem tem pra te oferecer, e você está insatisfeita com isto. O que dá pra compreender.
      Agora a pergunta é: manter esta relação ou ser forte e sair disso? Seria possível sair deste relacionamento agora? Você precisa de mais tempo? Enfim, será preciso refletir e encontrar alguma saída. Se você decidir manter este namoro, precisará desenvolver uma predisposição para tolerar melhor e aceitar melhor o pouco que ele te oferece. Tudo é uma questão de escolhas.
      Felicidades,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 5 de Fevereiro de 2014 | Responder

    • Primeiramente, ele não te ama e nunca ira amar, infelizmente, de acordo com as ações dele não demostra sentimento de amor por você.
      Você acaba insistindo em algo que não dará certo para você, primeiro é melhor você esvaziar a sua mente.
      Acredito que em primeiro lugar devemos estar bem consigo mesmo para depois se entregar a alguém.

      Gostar

      Comentar por Anne | 3 de Junho de 2016 | Responder

  4. Comentei em outro post, mas é muito antigo e não sei se obterei resposta…então vou repetir aqui minha história. Espero que possa me ajudar de alguma forma.
    Oi Léa. Também preciso muito de ajuda…tenho 25 anos (26 na próxima quarta-feira). Bom, comecei a namorar um rapaz em abril do ano passado que é um pouco mais novo (tem 23). Antes de namorar, quando ficávamos era simplesmente mágico. Cada vez que estava ao lado dele o tempo voava e cada vez que ele me abraçava o mundo todo parava ao meu redor…começamos a namorar e ele foi se mostrando um tanto exageradamente ciumento, controlador…continuava me fazendo muito feliz e eu conseguia conviver com isso até que no último feriado do dia dos professores em outubro arrombaram minha casa. Estávamos na praia, eu, ele e minha irmã e meus pais estavam viajando. Não sei como dirigi até em casa até hoje…bom…fato é que após essa infelicidade eu entrei numa paranoia, fiquei com síndrome do pânico e muito deprimida. Comecei a ir no psiquiatra, tomei remédio pra síndrome do pânico, pra depressão e lexotan pra dormir. Fiquei morando na casa dele por duas semanas até que ele arrancou um dente e pegou uma infecção bacteriana. Foi parar no hospital com 10% de chance de vida…ele passou por cirurgia e (graças a Deus) se recuperou. Ficou praticamente um mês internado. No começo eu ia praticamente todos os dias no hospital, mesmo na situação em que estava (os remédios acabaram com a minha saúde, definhei, perdi 8kg, não conseguia mais ir na academia, mal conseguia parar em pé). Ele queria que eu me mostrasse feliz quando ia visitar ele no hospital (detalhe é que mais um remédio foi adicionado ao coquetel quando ele baixou hospital porque piorei bastante sem o apoio dele), ninguém nem me contou na minha situação sobre a percentagem de vida que ele tinha nem tão grave era a infecção e eu estava muito abatida. Logo que ele conseguiu voltar a falar começou a ficar revoltado, me xingou em voz alta no hospital em frente a minha mãe, a mãe dele e mais um cara que eu nem conhecia. Falou coisas do tipo “mulher minha n vai passar o dia todo em academia com calça enfiada no rabo” (sou estudante de ed. física e professora de patinação artística sobre rodas), começou a criticar meu trabalho e a minha faculdade e a falar coisas absurdas…depois descobri que uma “amiga” dele q malhava na mesma academia que eu tinha dito pra ele que eu “dava corda” pros caras da academia porque o namorado dela sempre me dava oi e tinha me adicionado no facebook. Acontece que além de que fazia muitos meses que eu nem via ela e não estava frequentando a academia pois estava debilitada, eu mal converso com NINGUÉM na academia…sou do tipo que as pessoas nem se aproximam porque me veem concentrada no treino e quando falam comigo eu não respondo se estiver no meio da série. Vou pra academia treinar e não fazer o social…enfim, não vem ao caso.
    Depois do surto dele minha mãe me arrastou pra fora do hospital aos prantos e a coisa só piorou porque ele ficou me ofendendo, a mim e a minha família, agredindo com palavras…
    Ficamos sem nos ver ou nos falar até o dia em que ele ganhou alta. Eu havia parado com os remédios porque realmente meu corpo não estava me obedecendo e aqueles 15 dias longe dele eu estava entorpecida enlouquecendo com os efeitos colaterais dos remédios. Uma vez que os remédios saíam do meu organismo eu comecei a me dar conta do que tinha perdido. Também perdi o semestre na faculdade por conta de tudo que aconteceu e perdi completamente o ânimo de estudar porque tinha todos os trabalhos no notebook que foi roubado…até hoje ainda não tenho o mínimo tesão de ir pra aula, mas vou porque meu pai paga e já estou no 5º semestre…
    Voltando ao rapaz…depois q ele teve alta e me ligou, conversamos e acabamos voltando. Porém sempre que surgia um desentendimento ele jogava na minha cara que o havia “abandonado no hospital pra morrer”.
    Não sei se foi o trauma do hospital, mas ele surtava cada vez mais seguido, as brigas ficaram frequentes, era comum ele quebrar coisas, dar soco nas paredes e falar coisas horríveis pra mim. Também depois q o surto passava sempre vinha o choro, os pedidos de desculpa, o arrependimento. E eu sempre perdoei, no fundo também me sentia culpada por tê-lo deixado no hospital, porém eu tenho consciência de que não tinha condições físicas nem mentais pra estar ao lado dele apoiando-o como ele desejava, eu fazia tudo o que podia tentando estar presente pelo menos até ele me esculachar.
    Um dia chegou ao ponto de ele me machucar fisicamente…me empurrar e me deixar roxa, fazer tortura psicológica do tipo esconder minha mochila pra eu não poder ir embora…a mãe dele viu tudo…depois disso fiquei com muito medo. Nos afastamos por algumas semanas, a própria mãe dele pediu que eu me afastasse… mas eu não conseguia parar de pensar nele e ele estava muito arrependido, procurou tratamento e prometeu várias coisas…então aos poucos eu disse que fôssemos devagar pra ver se ele conseguia melhorar, mudar, porque eu ainda o amo muito e não consigo imaginar a vida sem ele…
    Voltamos a nos ver com menos frequência, sempre sem a mãe dele ou a minha família por perto (eles dizem que n querem estar perto da gente juntos até que a gente aprenda a conviver sem brigar, não querem se envolver).
    Desde a briga feia, eu tenho estado MUITO deprimida…nos momentos em que estou com ele eu fico feliz, ele me trata bem, mas assim que ele sai de perto de mim eu me sinto vazia…pedi pra ele que me ajudasse a me sentir especial pra ele outra vez se quisesse me ver feliz, disse pra construirmos novas lembranças pra conseguir superar as ruins, fazermos coisas diferentes…
    Então a mãe dele resolveu ir pra praia do Rosa-SC (moramos no RS), visitar a família. É claro que parte dos planos era levá-lo junto pra se afastar de mim…primeiro ele disse que daria um jeito de me levar junto, quando não conseguiu, disse que ficaria aqui comigo, mas nessa hora eu já estava tão braba que falei besteira…disse que “ia ser a mesma merda de sempre mesmo, que íamos ficar em casa só vendo tv e jogando videogame”. É claro que depois disso ele ficou furioso e resolveu ir junto com ela, não soube entender a minha frustração pela viajem (que havia sido prometida desde o início do verão e ele não havia me deixado ir com a minha família pra minha casa da praia com essa promessa). Enfim, antes de ir ele sabia que eu não ficaria bem, ele sabe que estou em depressão, ele me viu chorando no fim de semana, disse que não sabia o que fazer porque os pais dele ficariam furiosos se ele não fosse e a família dele não tinha mais visto ele depois que ele quase morreu e que ia decepcioná-los se não fosse…ele foi na segunda-feira. Disse que queria manter contato comigo, que não queria me perder e tudo o mais…
    Eu, no estado em que estou, choro desesperada todos os dias da hora que acordo até a hora de dormir, não consigo parar de pensar nele nem por um segundo, e já no primeiro dia coloquei as coisas mais a perder ainda dizendo a ele como me sentia por ele ter me deixado aqui sozinha, que ele n pôde deixar de ir por mim quando deixei de ir por ele…e ele acabou se ofendendo com algumas coisas que eu disse porque me perguntou várias vezes no fim de semana se eu queria que ele ficasse e eu respondi que queria que ele fizesse o que achasse certo e que não queria ser culpada depois por ele não ter ido, especialmente pela família dele. Mas o fato de ele ter ido me deixou arrasada…depois dessa discussão por whats, ele ainda fala comigo, ainda diz q me ama mas tem sido frio comigo…e quanto mais ele é frio comigo, pior eu fico, mais eu choro, mais fico em agonia e desespero…
    Nesse tempo que ele está na praia, vários caras me convidaram pra sair, mas eu não quero nem consigo, mesmo como amigos sair com outro cara…minhas amigas estão sumidas porque ninguém mais aguenta a minha depressão…eu me sinto muito só, meus pais estão preocupados comigo em me ver chorar o tempo todo, na próxima quarta-feira é o meu aniversário e isso me deprime mais ainda, eu estou aqui completamente só…acho que nunca me senti tão triste e tão sozinha antes…algumas pessoas falam comigo, tentam me animar, mas não consigo mais sorrir e muito menos dar risada…marquei psiquiatra e uma consulta com uma psicologa pra semana do dia 12. Ele volta na segunda-feira. Eu não sei se posso aguentar até lá…não sei o que fazer…por favor, alguém me ajude porque eu não aguento mais me sentir desse jeito…já faz 5 meses que não consigo me divertir, que a vida se tornou um pesadelo…eu preciso de ajuda…

    Gostar

    Comentar por Mônia Zilch | 6 de Março de 2014 | Responder

    • Peça indicação de psiquiatra e terapia, não deixe de fazer isto porque você é uma pessoa maravilhosa e não ode deixar a depressão engolir você!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 7 de Março de 2014 | Responder

  5. Boa tarde, De um mês pra cá estou conhecendo uma pessoa maravilhosa e estou gostando muito dela, vejo que estamos bastante envolvidos, mas até agora não rolou nada sério, eu já demostrei pra ela meu interesse em ter algo mais sério, fiz duas surpresas, a ultima foi um buque de flores que ela gostou muito, mas tem uma barreira, ela sempre jogou limpo comigo nunca me escondeu isso, pois ela diz que ainda tem um carinho pelo ex dela, mas que não quer mais nda com ele, mas quando ele liga pra ela, ela acaba amolecendo e meio que esquece tudo de ruim que ele fez e faz até hoje. Ela me disse q estou conquistando um lugar que ultimamente estava vazio e que eu estou tratando ela de uma forma que ninguém havia tratado antes, eu disse a ela que não ia mais insistir em nda, pois iria deixar ela pensar na vida dela e o que ela queria, e disse que iria me afastar, ela falou que estou fazendo muito bem a ela e não quer que eu saia de perto dela. Agora vem a minha pergunta, o que devo fazer, continuo tratando ela como venho tratando até ela se decidir o que realmente quer da vida ou paro de dar tanta atenção pra ela e sigo minha vida com novos pensamentos?

    Por FAvor me ajuda nessa situação.

    Obrigado.

    Gostar

    Comentar por Davi | 17 de Março de 2014 | Responder

    • Olá Davi, a resposta está dentro de você! Aja da forma que é você espontaneamente. Parece que você é este que a trata com muito carinho e consideração. Contudo, jogue limpo. Diga que espera e precisa reciprocidade.
      Felicidades,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 17 de Março de 2014 | Responder

  6. Olá, tudo bem ? tenho 19 anos, é, eu sei, são só 19 anos, porém, sempre fui bastante preservada..
    Até o ano passado nunca tinha namorado, nem tido “relações” com alguém.. mas então conheci uma pessoa que de começo se mostrou tudo de bom, saímos durante 4 meses, em setembro ele me pediu em namoro, eu sem pensar 2 vezes, super apaixonada aceitei, claro! tivemos os 3 primeiros meses ótimos, chegou dezembro os problemas apareceram, eu tive indícios de possíveis traições, ou talvez ainda não tivessem saido dos planos, ele começou a me mentir e sair pra festas com o primo dele, enfim, foram muitas coisas, mas em todas as vezes, ele sempre retornou se desculpando, prometendo não acontecer mais, dizia me amar.. chorava, falava em casar, eu sempre desculpei, as lembraanças sobre isso sempre me incomodaram, mas nunca o suficiente pra deixá-lo para trás.. Em janeiro, ele decidiu largar tudo aqui e ir embora para a cidade de onde nasceu, ele foi, contínuamos namorando, com a promessa de que nos veríamos a cada 15 dias, nos falávamos todos os dias, nos mantivemos conectados, passaram-se 2 semanas e ele decidiu voltar, disse que era por mim, que sonhou com um ano lindo pra gente, que voltaria pra casarmos, sermos só nós 2, voltou com mil e uma promessas.. ele desempregado aqui, fomos morar por um tempo com o pai dele, que é sozinho, a primeira seemana foi maravilhosa, mas depois por motivos de pouca relevãncia nos desentendemos.. e o clima foi ficando um pouco pesadinho, eu cheguei a comentar com ele sobre, e ele argumentou dizendo que relacionamentos eram assim, nem sempre seriam flores, por isso eu me tranquilizei.. alguns dias se passaram e eu fui dormir na casa da minha mãe, no dia seguinte era meu aniversário, ele me ligou desejando os parabéns, super meigo, à noite apareceu lá com torta e tudo surpresa pra mim.. na sexta combinamos de ir num show, estávamos de bem, até que por birra minha ficamos de “cara” um com o outro, eu dormi na casa da minha mãe e ele na dele, no sábado ele não me atendeu o celular, então eu fui até a casa dele, chegando lá, ele nem me olhou nos olhos, me disse que não queria mais namorar, me disse mais coisas e eu não fui capaz de argumentar, peguei tudo o que eu tinha lá, e fui embora, voltei pra casa da minha mãe.. tentei falar com ele, ele diz que eu sou a melhor pessoa que ele já conheceu, que eu fui tudo e mais um pouco na vida dele, que sente minha falta, mais que o tipo de vida que ele optou por levar não permite que ninguém o acompanhe..
    Fazem 3 semanas que terminamos, e claro, eu não consigo me livrar desse sofrimento, tem sido muito difícil, principalmente porque eu não consigo entender que em tão pouco tempo ele tenha planejado um futuro junto a mim e logo decidido viver sozinho, eu não entendo.. eu não aceito, pois ouço dele que se fui a melhor coisa, que faço falta, mas ele prefere slá eu que estilo de vida..
    Eu não sei o que fazer, é recente, mas eu não consigo me desprender, eu sei que vai passar, mais em quanto tempo, sinto precisar de ajuda :~

    Gostar

    Comentar por Le | 24 de Março de 2014 | Responder

    • Li seu desabafo, e penso que vocês não estão maduros para uma relação a dois. Vocês esperam demais um do outro e se decepcionam demais e as brigas são desmedidas, sem pensar e sem ponderar. Tudo muito impulsivo. A relação a dois para dar certo requer muita maturidade. É preciso pensar ante de descarregar, é preciso ceder e dialogar. Agora tá difícil, mas, procure aprender com a experiencia e quando vocês voltarem procure não repetir os mesmos erros,
      Felicidades,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 25 de Março de 2014 | Responder

      • Ok, muuuuuito obrigada ((:
        Espero realmente ter a oportunidade de não repetir os mesmos erros nesta mesma relação ^^

        Gostar

        Comentar por Le | 25 de Março de 2014

  7. Eu terminei um relacionamento a mais ou menos 3 meses, tipo, um relacionamento de 1 ano e eu fiz muita coisa pra nosso relacionamento durar, mas acho que não deu certo.. e eu estou numa fase muito complicada, sinto saudade da menina, e eu não consigo esquece-lá, o que eu devo fazer? :/
    Eu preciso esquece-lá, mas não sei como, não consigo me afastar das coisas que me lembram ela, converso com alguma pessoas sobre ela.. eu não sei o que fazer. 😥

    Gostar

    Comentar por Fabio | 29 de Março de 2014 | Responder

    • Primeira pergunta: Não tem volta? vocês não aprenderam com os erros e podem retomar de uma maneira mais madura?
      Segunda pergunta: Você precisa esquecer mesmo, já tentou e não tem mais jeito? Então… que tal realizar o luto pela menina? Vale chorar e aceitar que acabou mesmo. Depois disso, você consegue se libertar para encontrar novas possibilidades. Não fique comparando ela com outras porque sua mente está idealizando ela e você só enxergará os pontos positivos dela em detrimento dos negativos das outras.

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 30 de Março de 2014 | Responder

  8. O que fazer, quando a gente pensa que nunca vai gostar de outra pessoa, igual gostou ou gosta do antigo amor? O que devemos fazer?To passando por isso, me ajude. 😥

    Gostar

    Comentar por Fabio | 31 de Março de 2014 | Responder

  9. Ola…

    Recentemente meu ex namorado terminou comigo…
    Estavamos juntos ha 07 meses, tivemos muitas brigas, discussoes, ofensas, e isso itensificou o fim…
    Terminamos varias vezes porem sempre voltavamos.
    Nos davamos muito bem e me sinto sem chao, sem rumo distante dele, tentei voltar com ele porem ele nao quis, disse que nao me ama e que ja tem outra… Ele esta saindo com outra porem nao acredito que ele nao me ame mais, acredito que eh orgulho ferido pois ele sempre foi muito ciumento e esta com outra pra me esquecer e disse que nao sente o mesmo desejo por ela…
    Muitos planos… muito sentimento… eramos muito intensos para acabar assim…

    Gostaria de um conselho…
    como reconquista-lo ou como esquece-lo. Pois viver dessa forma não dá mais.

    Tenho vivido de forma triste e sem vida…

    Preciso de ajuda

    Grata

    Gostar

    Comentar por Wanessa | 11 de Abril de 2014 | Responder

    • Que tal deixar o orgulho de lado junto com as simulações e os joguinhos de relacionamento e partir para uma atitude madura, adulta e verdadeira? Sugiro que você o procure para conversar. Prepare-o para a conversa. Diga que esta conversa é séria e que não cabem simulações, diga o que você pensa e sente com franqueza e sinceridade e pergunte se ele gostaria de dar mais uma chance para vocês. Escute-o e dependendo da resposta dele você poderá se libertar de vez deste amor, ou vocês terão a oportunidade de voltar. Não fique aprisionada no medo dele destruir a sua autoestima, você é o que é independentemente do que ele disser. Sinta-se forte e segura para esta conversa, caso ele te decepcione, você pode dizer que precisava confirmar de uma vez por todas que ele não é pra você para se libertar.
      Seja cordial e converse com tranquilidade e segurança,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 13 de Abril de 2014 | Responder

      • Bom dia

        Li sua resposta agora…

        Nos encontramos fim de semana…

        Ficamos juntos… O nosso sexo sempre foi prazeroso, porém dessa vez eu o senti frio, como se estivesse ali só por desejo ou como se ele tivesse se controlando o tempo todo para não sentir nada…
        Me senti como uma “mulher da vida” da que fizemos amor. não fizemos amor… fizemos sexo

        Ele me contou que já esta namorando e que recentemente teve relações com a namorada, e que não foi como a gente, mas que foi bom… Isso foi como um tapa na minha cara..e considerou esse ato como erro, e me falou para nunca mais o procurar pois quer ser feliz e sente com o peso na consciência pois esta namorando com ela agora e quer ser feliz ao lado dela.

        E logo depois conversamos bastante sobre a nossa relação todos os erros e ele disse que esta bem agora, que os sentimento que ainda tem por mim faz mal pra ele, que quase foi mandado embora do serviço e quase bateu o carros varias vezes. Porque sempre conversamos muito… o dia inteiro…

        E o pior de tudo é que ele me excluiu, e desejou que eu seja feliz com uma nova pessoa…
        Não quer que o procure nunca mais e eu ja tentei me distanciar… mas nunca consigo… tento… tento… tento…

        Nao entendo como pode ter acabado assim pra ele… e pra mim não…

        Decidi esquece-lo… porem nao sei como..

        Enquanto isso tento sair, me divertir… mas tudo em vão… qd chego em ksa… so tristeza e sofrimento…

        Estou sem rumo…

        Desde ja agradeço a atenção que tem dado ao meu sofrimento.

        Wanessa

        Gostar

        Comentar por Wanessa | 14 de Abril de 2014

  10. Olá! Não sei nem por onde começar… tenho 25 anos, já faz mais de um ano que estou separada do meu namorado, primeiro namorado, foi um ano e quatro meses de namoro, eu o vi-a quase ou tds os dias…hj a gente se vê, saímos, e já tivemos umas recaídas, mas nada sério para ele. Eu amo de verdade, mas ele disse que não me ama, a gente trabalha no msm lugar, almoçamos juntos! Fazemos coisas juntos! Eu tento fazer td q ele gosta, tento ser e ter a aparência da mulher q ele deseja…mas ele sempre vê defeitos em mim… durante o nosso namoro, ele era mto ciumento até obsessivo … hj ele me despreza… Dói mto… dói de verdade, me sinto um lixo, sinto q fui só um passa tempo… já fiz mto por ele, me isolei, parei de falar com algumas pessoas, eu fiz de td por ele… Mas eu amo ele. Ele é dez anos mais velho do que eu… me sinto feia, insegura, eu já fiz de td p/ voltarmos… td msm!!!! Meu coração tá sangrando! Não me vejo sem ele… acho q eu não o mereço, acho q sou pouco p ele… não consigo me afastar!!! Tenho síndrome do pânico, me trato, e isso se manifestou mais forte qdo ele se afastou, mas por esse problema ele voltou a ficar do meu lado … como amigo, ele diz q ñ sou só amiga e sim um anjo!!! E ficar ao lado ou afastar, dói do msm jeito pois sei q ele não me ama… Ele foi o primeiro em tds os sentidos, e para mim é o único… Me ajude por favor!!! Obrigada!

    Gostar

    Comentar por | 20 de Abril de 2014 | Responder

    • Olá Jú, em primeiro lugar, desculpe a demora para responder, tive uma semana muito corrida e eu gosto de dar toda atenção possível para meus leitores.
      Este relacionamento não era saudável porque ele exigiu de você entrega total e para uma relação ser saudável é preciso poder transitar entre os diferentes relacionamentos, isto é se relacionar com o namorado, com os amigos, com os familiares, sair em grupo, estar paralelamente com as diversas pessoas do nosso meio social, profissional, afetivo e familiar. Se um casal vive exclusivamente um para o outro a relação é sufocante e empobrecedora.
      Penso também que este rapaz te idealizou, ou seja, acreditou que você era a pessoa que ele criou na ideia, e isto é muito perigoso porque não existe na vida real a pessoa idealizada, então só pode frustrar. Quando você diz que ele é o único pra você, você também está idealizando ele, porque ele não é único pra você e quanto mais você investir nesta crença, mais verdadeira ela se torna. Ele foi único numa fase de sua vida, agora você pode aprender com este relacionamento e buscar viver de forma mais ampla, saudável enriquecedora e feliz os próximos relacionamentos.
      Você está empobrecida de relacionamentos porque só investiu nele durante o tempo de namoro e agora que ele se foi você se vê numa grande aridez de relacionamentos afetivos. Que tal plantar para depois colher novas relações?
      Um grande abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 27 de Abril de 2014 | Responder

  11. Lea, bom dia …
    Eu sei que pra amor nao existem formulas ….
    Na sua visao d psicóloga, se um casal de namorados contando com ida e vindas ja estao juntos quase tres anos …meu namorado diz que ainda nao a ama.Pelo tempo q estamos juntos nao me amará mais? isso e fato!?

    Gostar

    Comentar por Mariana | 28 de Abril de 2014 | Responder

  12. a pergunta é: O que é amar? A resposta é: Estar disponível para aquela pessoa, ou melhor, fazer-se disponível.
    Talvez o seu namorado imagine que amar é estar apaixonado. Isto não é amar, é estar obcecado. Amar é uma escolha. Nós escolhemos dar do nosso tempo, nosso olhar e nossa compreensão para alguém, então amamos.
    Um abraço,
    Léa

    Gostar

    Comentar por leamichaan | 28 de Abril de 2014 | Responder

  13. Estou casada há 5 anos, discuti mais o meu marido tem uns dois dias ele falou q nosso casamento foi um erro que eu não sirvo pra nada aí eu chorei bastante ele falou q em vez de ficar chorando pq eu não largo de ser criança e viro logo mulher pq do jeito q tá não dá pra continuar. Aí eu perguntei se ele queria q eu fosse embora e ele não falou nada! O que faço eu falo q vou largar ele mais no fundo não tenho coragem.

    Gostar

    Comentar por luana | 11 de Dezembro de 2014 | Responder

    • Luana, você precisa mandar a criança, ou seja a faceta extremamente insegura, fragil e infantil embora, não ir embora você inteira.
      Você precisa fortalecer o seu ego, tornar-se mais segura, usar mais os teus recursos e desenvolver o seu potencial. Como? Uma boa terapia pode te ajudar.
      Na terapia você saberá o que aconteceu na fase de sua constituição que te impediu o seu lado adulto de evoluir, a sua relação com os pais, com a vida, o mundo e com você mesma.
      Procure alguem em sua cidade, se precisar, atendo pessoas de todo o Brasil e até na Europa por meio do Skype, mas antes tente com alguém de sua cidade
      Felicidades,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 12 de Dezembro de 2014 | Responder

  14. ola,tenho 35 anos e estava num relacionamento ha 3 anos, meu agora ex-namorado e 10 anos a mais q eu, sempre fomos muito companheiros, conversavamos todos os dias, gostamos das mesmas coisas. Ele tem 2 filhos de relacionamentos anteriores e eu tenho 1 menino de 9 anos. Qdo começamos a namorar quis saber dele como nos veriamos, pois ele tem 2 filhos. E ele me disse que em um sabado nos veriamos e no outro ficaria com as crianças e nos domingos depois q deixavam-as vinha pra minha casa e durante a semana qdo dava ele tb vinha. Ele sempre foi muito dedicado, carinhoso, mas nesses 3 anos nunca falou q me amava, e qdo eu perguntava ele dizia que preferia demonstrar seus sentimentos. com o 1 ano de namoro, ele deixou de vir aos sabados e dificilmente saiamos. (Dizia que antes de namorarmos, ficava todos os fins de semana com o filho mais velho, e q nao tinha coragem q dizer n para ele, e era mais facil dizer para mim), no começo eu ficava triste, mas tentava compreender (e qdo o cobrava, ele falava q eu ficava com meu filho todos os dias e nao sabia o que era ficar longe do seu), e então pedi pra ele um fim de semana por mes, pois nunca fui de ter muitos amigos, antes fui casada por 10 anos, e as minhas amigas todas estão casadas. E ficava aqui, as vezes ia ao cinema com meu filho e na maioria das vezes dormindo e esperando chegar o final do domingo para ele aparecer. Sofria, chorava bastante, mas achava que valia tudo isso, pois o amava demais. Mas nesse ano as coisas foram piorando, ele combinava comigo da gente sair, me arrumava, pedia para minha mae ficar com meu filho e ele me ligava as 11 da noite, dizendo que o filho pediu pra ficar com ele. (Não pense que ele tinha outra mulher, ele estava realmente com o menino que hj esta com 14 anos, pois eu ligava meia noite e as vezes de manha, pois comecei a desconfiar, mas sempre o menino atendia). E isso foi o ano todo, saimos juntos somente 1 vez e foi em abril, depois de quase terminarmos por causa disso. Eu so queria um tempo pra mim, combinavamos e eu perguntava se ele tinha falado com o menino, mas depois ele falava que nao tinha coragem de falar com ele, e o levava pra casa. As vezes nem avisava, eu é que de tanto esperar e ele n chegar, tirava a roupa, e colocava o pijama e passava a noite chorando. E ele sempre achava q nao tinha feito nada demais, e que eu era uma criança q nao sabia entender, que ele falava com o menino e ele entendia e eu nao. Faço aniversario em agosto e ele tb, então pedi pra irmos a uma pizzaria e num cinema, ele combinou comigo todos os sabados até o dia 13 de dezembro e nao preciso dizer que nao apareceu em nenhum e eu esperei em todos, ou melhor apareceu em 2 sabados mas trouxe o menino junto, pq ele nao teve coragem de falar nao pra ele como sempre, No dia 20 de dezembro, ele telefonou disse q estava vindo que iriamos sair, mas qdo chegou, disse que precisariamos conversar. Enrolou, entrou conversou com a minha mae e depois disse q iria embora pois n estava passando bem, ai falei para falar o que tinha de falar e ele disse pra deixar pra depois, ai insisti, e ele disse que deveriamos terminar pois ele estava me fazendo mal, pq eu so chorava (e era verdade, tentava disfarçar mas n conseguia) e q ele só estava vivendo pros filhos e nao tinha tempo pra mim, e ele se sentia culpado se ficasse comigo e deixasse principalmente o menino mais velho na casa da mae, ai ele sempre escolhia me dizer nao pq era mais facil pra ele, só qdo me viu chorando muito ele pensou e tomou a decisão. E que gosta de mim, mas nao tanto quanto eu.:(e isso me doeu tanto que desde então, passo as noites chorando, nao como, nao falei mas tenho depressão e tomo remedio para a depressão e a ansiedade, e durante o dia só durmo pra tentar nao pensar nele, mas nao consigo, só falo nele o dia todo). antes de ir embora, ele disse pra eu não chorar, que na noite do ano novo viria pra dar um abraço em mim e no meu filho, mas nao me aguentei e Hj liguei pra ele conversamos de outros assuntos bem, e perguntei se viria mesmo no dia que falou, ja disse q nao sabia, se der vem, mas insisti e toquei no assunto do nosso relacionamento, ele disse q tenho q entender q nao estamos mais juntos. Que eu posso ligar a hora que quiser, mas se eu tocar nesse assunto ele vai desligar, que entende q estou sofrendo, mas n estamos mais juntos e pronto. Eu estou sofrendo demais, ainda tenho esperança q ele venha e fale q tudo vai ser como antes, ele dividindo seu tempo comigo e com os filhos, me sinto culpada de ter cobrado tanto, e por isso ele terminou tudo. Mas ao mesmo tempo nao estava mais aguentando esperar pela pessoa e ela n aparecer, me sentia um resto, ele só saia comigo se o filho quisesse dormir na casa de algum amigo, senao ficava sempre pro proximo sabado. estou muito mal, preciso de ajuda, sei que é recente, mas sou ansiosa demais, estou cada dia pior nao saio da cama só choro a dias, (hj qdo acordei estava cheia de esperanças, mas qdo ouvi ele falar varias vezes pra eu entender q nao estamos mais juntos, desabei de novo)

    Gostar

    Comentar por Meire Figueredo | 30 de Dezembro de 2014 | Responder

    • Você preenche a sua vida e a sua pessoa com este homem, este é o problema! Aí está o viés da relação afetiva!
      Parece que a vida só tem graça pra você na companhia dele, se ele não está com você, você não existe. Explico-me melhor, se ele não pode sair com você, você não sai. Você investiu toda a sua energia neste homem e nesta relação. Onde estão os teus amigos? Onde estão seus outros interesses pela vida? Ele não é a única coisa que existe! O mundo é cheio de riquezas e possibilidades pra você se relacionar: Existe a cultura, existem cursos, existem milhares de pessoas pra você conhecer e se relacionar. Você restringiu o seu universo a este homem e agora precisa mudar o foco, caso contrário é sufocante. Procure novos interesses e comece a investir nisso. Relacione-se com outras possibilidades da vida! Talves você precise de terapia para expandir a mente e a alma. Como diz Fernando Pessoa: “Tudo vale a pena se a alma não é pequena”.
      Um forte abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 5 de Janeiro de 2015 | Responder

      • obrigada, estou tentando seguir minha vida.

        Gostar

        Comentar por Meire Figueredo | 6 de Janeiro de 2015

  15. Oi Lea
    Tenho 33 anos, sou casada à 5 e tenho um filho de 4 anos. À 10 anos atrás, já namorava meu atual esposo e conheci um homem pelo qual me apaixonei e saímos por alguns meses, no começo resisti muito a traição, mas percebi que estava gostando dele de verdade e resolvi arriscar, e quanto mais eu ficava com ele mais eu me apaixonava, estava disposta a terminar meu relacionamento pra ficar com ele, mas na época ele não queria nada sério, me senti muito triste e decepcionada, mas segui em frente. Ele sempre me respeitou, e senti que nos conhecemos no momento errado..
    Bom, os anos se passaram, e ambos constituiram suas famílias. Ele se casou e tem uma filha de 2 anos.
    Com o passar do tempo, as lembranças não se apagaram, mas lembrar dele já não doía mais. Até ele reaparecer…. à um ano atrás ele me ligou… queria saber como eu estava, disse que tinha se arrependido mas que já era tarde demais para voltar atrás, disse que me ama, que nunca deixou de pensar em mim. Nossa, todas essas declarações mexeram demais comigo… desde então, sempre nos falamos por telefone e email, temos muita vontade de nos encontrar, mas por questões familiares não podemos.
    E por não suportar mais, eu quis encontrá-lo, mas ele sempre diz que quer muito, mas que não está preparado e diz que nosso momento um dia chegará.
    Minha querida, preciso muito de seus conselhos…. de sua ajuda… estou triste novamente. Eu sempre o amei, mas com o tempo aprendi a sufocar, levei anos pra tirar essa dor no meu peito e agora voltou tudo novamente.
    O que ele quer na sua opinião? Será que ele se arrependeu de me procurar e pra não me magoar, ele diz que não chegou o momento certo?…
    Agradeço de coração se puder me aconselhar o que fazer…. lutar ou desistir.
    Obrigada.
    Beijos

    Gostar

    Comentar por Vivian | 27 de Fevereiro de 2015 | Responder

    • Parece que ele não te esqueceu, mas só te procurou para manter você ligada nele! Muitos homens gostam de saber que existem mulheres apaixonadas neles porque eles se sentem poderosos só em saber que existem mulheres que os desejam. Muitos homens cuidam da manutenção da mulher permanecer ligada neles. Ele quer manter você desejando-o e você caiu na dele. E agora o que você pode fazer com toda esta energia circulando dentro de você desejando-o? Ele não da abertura para vocês se encontrarem, então canalize em seu casamento, seu filho, seu trabalho, e não fique frustrada e enlouquecida sem ter onde colocar esta energia,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 2 de Novembro de 2015 | Responder

  16. Muito bom!!!

    Gostar

    Comentar por Elis novais | 22 de Abril de 2015 | Responder

  17. Bom dia! Eu fui casada por 22 anos e tenho um filho de 8 anos. Decidi me separar porque eu perdi o interesse, acabou o amor e a paixão. Eu não me desvinculei totalmente dele e apesar de ter me envolvido com outra pessoa eu não consegui assumir esse relacionamento porque sempre estive em dúvida. Apesar de conflituoso ele sempre esteve a minha disposição e com muito interesse, enquanto eu o desprezava e mal conseguia estar perto dele. Há um ano nos separamos totalmente e apesar dele continuar dormindo na minha casa nos finais de semana, eu o mantia distante. Acontece que há três meses eu descobri que ele está com outra e pessoa e derrepente aflorou um sentimento de paixão e amor que está me fazendo rever os meus próprios sentimentos e a minha visão da vida. Tentei reatar mas, apesar de um novo envolvimento ele se diz inseguro e não terminou com a outra. Ele me procura, mas diz que está de coração aberto, mas o coração dele não é mais meu, que eu o desprezei e o mal tratei demais, que a outra o trata muito bem. Quando eu eu soube eu enlouqueci, perdi o equilíbrio, fiz escândalo e falei horrores dele para a outra! Não sei se isso pode estar dificultando um rompimento dele com ela por causa do seu orgulho ferido. Ele me disse que há muito tempo queria se separar, mas não separou porque não tinha encontrado ninguém e ele não queria qualquer uma. É difícil compreender porque ele não se desvincule de mim! No início ele disse que tinha que voltar aos poucos, mas o desejo dele não é mais como antes é eu tenho dúvidas se realmente é isso que ele quer ou está só enrolando, mas como fui eu que provoquei tudo isso eu tenho medo de desistir, romper totalmente e perder de vez a chance de tentar reconquistá-lo e refazer a nossa vida. Atualmente eu o proibi de ficar na minha casa, mas após duas semanas separados eu não resisti a sua investida e ficamos na semana passada. Estou vivendo um romance com ele q nunca vivi, essa é a realidade.
    Eu o desejo como nunca antes o desejei e o vejo completamente diferente. E tem mais, estou envolvida com outra pessoa para segurar o meu estado emocional e tentar tirar o foco dele. Enfim, a minha vida sentimental virou uma bagunça e acordo, passo o dia e vou dormir pensando no meu ex marido, uma dor no peito, uma perturbação e uma saudade que me tira do eixo.

    Gostar

    Comentar por Renata Salles | 14 de Julho de 2015 | Responder

    • O ser humano é um ser curioso! A gente só valoriza o que temos quando outra pessoa valoriza, ou quando estamos na iminencia de perder. O casamento é algo bem complexo porque a rotina e o dia dia podem desgastar a nossa relação. Sinceramente, lute pelo pai de seu filho! Você estava cega para as qualidades deste homem até ver outra pessoa desfrutando. Agradeça a atual dele por abrir teus olhos e ajudar você enchergar as qualidades deste homem e ver o quanto você o ama. A gente quando tem algo com facilidade não valoriza, quando a “coisa” se torna rara a gente valoriza. Tal qual a zirconia e o brilhante – pedra rara por isto tão cara! Você tinha um brilhante nas mãos, mas não conseguia valorizar. Isto revela uma questão com a sua autoestima – “em clube que me aceita, eu não entro”. Pense nisso e seja feliz com a sua família!
      Felicidades,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 15 de Julho de 2015 | Responder

    • O ser humano é um ser curioso! A gente só valoriza o que temos quando outra pessoa valoriza, ou quando estamos na iminencia de perder. O casamento é algo bem complexo porque a rotina e o dia dia podem desgastar a nossa relação. Sinceramente, lute pelo pai de seu filho! Você estava cega para as qualidades deste homem até ver outra pessoa desfrutando. Agradeça a atual dele por abrir teus olhos e ajudar você enchergar as qualidades deste homem e ver o quanto você o ama. A gente quando tem algo com facilidade não valoriza, quando a “coisa” se torna rara a gente valoriza. Tal qual a zirconia e o brilhante – pedra rara por isto tão cara! Você tinha um brilhante nas mãos, mas não conseguia valorizar. Isto revela uma questão com a sua autoestima – “em clube que me aceita, eu não entro”. Pense nisso e seja feliz com a sua família!
      Felicidades,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 15 de Julho de 2015 | Responder

    • O ser humano só pode ser maluco… Quando tem a pessoa não dá valor … Quando perde fica incomodando… Deixe o cara ser feliz… Eu tenho 30 anos e recentemente estava num relacionamento de 1 ano e meio… A moça é bipolar.. Primeiro demonstrava que era louca por mim… Falou que me amava primeiro, falava bem de mim pra todo mundo… E fui morar na casa dela… Depois de algumas separações que ela dizia que não queria mais eu simplesmente sofrendo muito saía da casa dela e voltava pra casa da minha mãe. Faz um mes que estamos separados e ela havia me bloqueado no whats e fui ver ontem e estava desbloqueado. Ela colocou o status “Não sei se vai dar certo… mas a suspeita me ilumina” e veio me dizer que era porque iria fazer a prova do ENEM hehehehhe Pq mulher esconde as coisas ? Pq ela não assume que ta com outro ? A melhor parte do meu dia é quando estou dormindo… isso quando não sonho com ela. Não sei o que fazer pra voltar a VIVER !!!

      Gostar

      Comentar por Roberto | 27 de Outubro de 2015 | Responder

  18. Olá tenho 17 anos, quando criança sempre sonhei em ter um namorado, um principe encantado, acho que toda garota passa por isso, tive muitas paixonites mais nada concretizado,sempre tudo guardado para mim. Só que há dois anos atrás, conheci um garoto que na minha cabeça era o ideal p mim, era do jeito que eu queria, estudavamos juntos e ele era meu colega, conversamos e tudo, e a cada dia que passou eu ficava cada vez mais apaixonada por ele, e isso era meio que transparente, acho que todo mundo sabia, acho tambem que ele sabia que eu gostava dele, ele agia diferente comigo, mas tambem que ele nao imaginasse que fosse tanto, porque temos amigos em comum e eles sabem que fui mto louca por ele, mas tbem n acreditam que ele sabia que fosse dessa forma. Enfim, pelo fato dele me tratar diferente eu criei falsas esperanças e sabe quando vc imagina um futuro com uma pessoa, imagina vcs dois juntos, isso me abalou mto psiciologicamente, o que mais me doia é que eu acreditava que ele gostava de mim, mas ele nunca me mandava mensagens ou conversava como se tivesse interesse, mas sempre dava a entender na nossa rotina juntos que gostava, foram dois anos de muito sofrimento só nessa historia, Faz pouco tempo que não temos a mesma rotina, e eu queria me desvincular desse passado que me deixou uma cicatriz e nesse pouco tempo tenho vivido minha vida, abri espaço para conhecer novas pessoas tive alguns relacionamentos mas msm assim nada ele continua no meu subconsciente, estou realmente disposta a esquecer, mas faz uma semana que sonho constantemente com ele, se tem uma coisa que nesse tempo nao tenho feito é pensar nele não tenho espaço p pensar nisso, mas ai eu começo a sonhar?. Porque tá tão dificil? O que eu tenho que fazer, para virar essa página, pq de certa forma eu fiquei mto magoada com ele, todas as vezes que a gente se encontra ele parece deixar sempre aberto a possibilidade de termos algo, mas fica nisso, ele nao vem atras, eu não quero ficar presa a isso a minha vida inteira. Nunca tivemos nada, e a cada dia que passa acho que so vou esquecer ele quando gostar de alguem da mesma forma, pq tenho tentado esquecer mas falhado pq se sonho com ele não é algo que ficou para trás mas que carrego comigo, será mágoa? Se vc puder me ajudar, algum conselho, fico agradecida

    Gostar

    Comentar por Ana | 11 de Setembro de 2015 | Responder

    • Você deseja não desejá-lo, mas por mais que procure pensar em outras coisas, cada vez que você o vê deseja, e o seu subconsciente guarda este desejo e á noite você sonha com os restos diurnos com os resquícios do dia e ele aparece no seu sonho é lá, no mundo dos sonhos você realiza o desejo de estar com ele. O ideal seria não vê-lo mais, no entanto, parece que não tem jeito. Será que você tem algum amigo ou amiga de confiança que pode agitar este lance pra você?
      Ele gosta da ideia de você gostar dele e por isso alimenta isto em você. Não sei se ele é inseguro, ou se não se sente preparado para namorar. Você está agindo muito bem, se contendo, não se expondo e principalmente sonhando. Que tal desfrutar ele durante os sonhos?
      Felicidades,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 12 de Setembro de 2015 | Responder

  19. Olá meu nome e Rayana tenho dezenove anos e eu sou lésbica eu tava namorando com a Solange ela e mas velha q eu e mora longe mas de um tempo pra cá ta diferente sabe tem hora q eu sinto atraçao por menino ai eu não sei do q gosto sabe por mas que eu gosto de mulher não tenho certeza ate em da certo sempre e rapaz q mim pede numero bao sei pq mim ajuda eu queria saber de que realmente eu gosto pq e difuck eu ter certeza

    Gostar

    Comentar por rayana silva dos santos | 17 de Setembro de 2015 | Responder

    • Você vive um conflito e precisa ter paciência para definir sua identidade sexual. Tolere o não saber, amadureça e descubra-se.

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 20 de Setembro de 2015 | Responder

  20. Estava em uma relação onde morávamos juntas, ela tem 22 anos e eu 37 anos, essa diferença não gerava nenhum problema durante esses 03 anos, mas pesquisando no histórico da internet, descobri que ela estava procurando um lugar para morar e não tinha comentado comigo sobre o fato de sair de casa. Conversei com ela e alegou que esta cansada de algumas discussões que temos as vezes, como qualquer casal.
    Eu estou muito, mega triste, eu acho que isso foi uma apunhalada pelas costas.
    Ela não me amava de verdade ou é a imaturidade de não saber lidar em algumas situações?
    O que eu devo fazer? Abraços

    Gostar

    Comentar por Karina | 23 de Outubro de 2015 | Responder

    • Você está certa, há uma parte de imaturidade onde ela não sabe expressar seus sentimentos e pensamentos para que a relação afetiva seja mais verdadeira e consistente, e outra relacionada ao sentimento dela por você. Ela imagina que não quer mais morar junto com você, e isto pode ser equivoco por parte dela, porque ela pode sair dai e descobrir que junto a você ela era feliz e não sabia. Por isso apoie ela a fazer o que quiser e deixe por uma vez as portas abertas para dar esta chance à vocês duas. Só então a relação será mais verdadeira e vocês duas terão a certeza que estão juntas porque esta é uma escolha de vocês, e não porque não tinham outra alternativa.
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 25 de Outubro de 2015 | Responder

  21. Olá, meu nome é Sidneia, tenho 16 anos. Quero que me ajude. Há 2 anos e alguns meses atrás conheci um garoto que me mudou por enteira , e eu serei eternamente grata a ele por isso. Ele não é da mesma cidade que eu. Ele mora a cerca de 1 hora da minha casa. Agente construiu uma história linda durante 2 anos, linda por demais, apesar de termos um começo conturbado por conta de brigas tudo se resolveu , tenho uma relacao extraordinária com a família dele, amo por demais demais da conta aquela família . Há exatamente 2 semanas a gente terminou, a gente decidiu que seria o melhor no momento , por conta que ele irá mudar de cidade e não vai ter como mais a gente se ver, porém continuaremos a manter contato, continuaremos a ser amigos. So que isso está fazendo eu sofre muito , eu não consigo parar de pensar nele , eu sei que ele está fazendo o melhor para a sua vida , está realizando um sonho. Porém eu me sinto mal por não está ao lado dele agora , só de pensar que não o terei mais isso me causa crises de choro. Apesar de continuar a nos falar , sei que não é a mesma coisa , sei que tudo vai mudar. Mesmo continuando a frequentar sua casa por conta de sua família sei que tudo vai mudar . eu o amo demais ele. Agente não quis descartar a hipótese de voltar algum dia, isso me acalma , mais tbm me faz querer me suicidar por conta de “quando isso vai acontece “. So que não sei oque eu faço para superar isso , não sei como fazer , não sei se eu o espero , não sei se o deixo em Paz, não sei oque fazer … Me ajude . não sei como controlar essa situação. Agente até que ta bem amigos , mais tem vezes que as lembranças vêem e acaba comigo..

    Gostar

    Comentar por Sidneia | 9 de Dezembro de 2015 | Responder

    • O que mais preocupa é você querer se suicidar por não suportar a ausência dele. Isto mostra uma obsessão da sua parte e isto não é uma maneira saudável de se relacionar!
      Voces podem manter a relação virtualmente, mas é importante você se relacionar com outras coisas na vida: amigas, lazer, passeios, etc. Caso contrario será uma relação sufocante.
      Pense nisso!
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 22 de Dezembro de 2015 | Responder

  22. Porque nao sentimos vontadede de se alimentar, sentimos fome mas nao queremos comer quando estamos amando e nao somos correspondido?

    Gostar

    Comentar por Luciano | 9 de Março de 2016 | Responder

    • Pelo jeito o único alimento que te interessa neste momento é o afeto desta pessoa que você ama. Voce perdeu o apetite para todas as outras coisas. Parece que você esta obcecado por esta pessoa. Procure amar outras possibilidades da vida! Amigos, viagens, trabalho, estudos, hobbies, etc

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 10 de Março de 2016 | Responder

  23. Olá meu nome é Rayana tenho 20 anos e namoro com um rapaz de 35 nos amamos somos carinhoso nosso relacionamento e saudável qualquer coisa conversamos mas eu vou ter q vou a morar no interior por um motivo minha mar ela sp tem eu de filha e com problema q tem sr senti so fixa depressiva ela,precisa de minha companhia so tem eu de filha mas eu to triste pq vou deixar o amor de minha vida eu gosto muito dele eu to de coraçso partir por isso sei q minha mãe precisa de mim mas eu n queria ter q deixa ele eu gosti muito dele mim da uma solução toda v q pe.soda vontade de chorar g muito dele o q faço

    Gostar

    Comentar por rayana silva dos santos | 4 de Junho de 2016 | Responder

    • Não dar pra ter tudo na vida!
      A vida é feita de escolhas! Você terá que encontrar um meio de ficar com o amor da sua vida e visitar a sua mãe sempre que possível!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 24 de Julho de 2016 | Responder

  24. Olá meu nome é Elisandra, tenho 29 anos e namorava uma moça de 17, ela mora em outra cidade, e não podíamos nos ver com frequência chegamos a passar três quatro meses sem nos vermos. MS nos falávamos todo dia o tempo todo por telefone ou whatsapp nisso ficamos dois anos. E esperávamos ansiosas pela hora q ela pudesse sair de cs pq td queríamos era ficarmos juntas, planejamos um futuro casar ter filhos. Minha vida essa altura já estava estabilizada só aguardando sua chegada, no entanto começamos a ter mts problemas pq a família dela n aceitava ela sofria muita pressão da mãe e de outros familiares. Então ela terminou e disse q ia mudar de vida em favor da sua família que entre eles e eu optaria por eles. Mesmo continuávamos nos falando e ela sempre me dava a entender que me amava porem não me permitia vê-la, passaram se três meses, eu estava sofrendo muito mas aceitava aquela amizade colorida, era melhor que nada, até ela me dizer que estava ficando c outra mulher. Desde então começou o meu inferno, comecei a pressiona-la para q ela a deixasse pq ela me dizia que só era pra suprir a carência por eu nao puder estar lá. Isso dia após dia isso ia acabando cmg pq ela foi se afastando cada vez mais e eu fazendo de td pra que ela n desistisse de vez da história que estávamos construindo. Ela era sempre tranquila muito sincera, eu mt explosiva colocando na parede sempre, e resposta que ela me dava era pra esperar me amava ms estava confusa e não gostava mas da ideia de namorar a distância. Até que o tempo passou e ela tomou a decisão de me deixar de vez. Acredito que ela se apaixonou pela outra e isso acabou com a minha vida.
    Por mais que eu lute diariamente, ela esta em tudo que eu faço e penso. Não consigo dormir, trabalhar, comer me divertir. Em dois meses me olho no espelho e me vejo uma pessoa destruída, fracassada. Sem animo e disposição pra nada e td que eu faço da errado. Ela vez em quando vem falar comigo, pra saber como eu estou, conversamos até e eu percebo que ela esta muito bem sem mim. Não sei mais o que fazer pra sair dessa força, arrancar esse sentimento, essa dor insuportável do meu peito, aceitar que acabou. Não aguento mais acho que estou me tornando depressiva.

    Gostar

    Comentar por Elisandra | 5 de Junho de 2016 | Responder

    • Seu erro foi torná-la o seu único interesse na vida. Você colocou toda a sua energia sexual

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 11 de Junho de 2016 | Responder

  25. Continuando a sua resposta, você investiu toda a sua energia sexual, a sua libido nela. Isto é obsessão. Você está seca para todo o enorme acervo de riquesas da vida e do mundo! Toda a sua energia foi depositado nela. Isto transformou está relação em algo adoecido. As relações sadias são equilibradas, acontecem quando transitamos entre as diferentes possibilidades de ser e viver. Agora, comece a olhar para o mundo. Ele está cheio de riquesas. Existem milhares de pessoas interessantes, o mundo está dotado de riquesas naturais, arte, cultura, estudos, viagens, amigos. Faça um esforço e comece a olhar para outros lados, faça um esforço e procure alimentar-se de outras riquesas e fontes de afeto. Se você quer arranca-lá de si, dê o primeiro passo na direção oposta à ela.
    Um abraço,
    Léa

    Gostar

    Comentar por leamichaan | 11 de Junho de 2016 | Responder

  26. Ta, olá meu nome é Ana Carolina, tenho 14 anos , eu estava ficando com um garoto só que ele n queria namorar e nem nd sério queria apenas ficar assim como eu, mais ele me pediu q eu n contasse para ngm e só contei pra monha prima q nem estuda lá,sempre q agnt se falava no whatsapp ele não me respondia e somente visualizava, até que um dia na escola gritaram falando q minha amiga estava ficando com meu ex, aí ela falou que não pois a namorada dele era eu, só q n tenho nd cm ele é nós dois só ficamos uma vez, aí minha colega chegou e falou que não era Nd disso e sim que eu ficava com o menino que gosto, mais ai falei q era mentira e eles entenderam porque expliquei, mais eu estava mentindo eu já fiquei esse garoto que gosto e era muito bom, ele me fazia eu me sentir única e era nisso o que me fazia não desistir dele , mas ele continuava me ignorando tanto na escola quanto na rua ou pelo whatsapp, o melhor amigo dele falou q ele n queria mais pq conhecia ele muito bem, mas continuando quando cheguei no whatsapp falei q eu n tinha falado pra ninguem lá da sala nem pra ninguém da escola só que ele falou que não queria saber de nada não, e ficou me ignorando e eu feito uma trouxa correndo atrás dele eu gosto dele muito ele faz eu me sentir bem quando ficamos, mas o que devo fazer?! Correr atrás do meu amor outra vez? Ou ficar sofrendo pelos cantos e ter que superar? Pois sou uma garota muito sentimental e isso não contribui nada comigo, gosto de estar ao lado de Pessoas, mais ele foi tão especial, oq devo fazer???? Me ajudem

    Gostar

    Comentar por Anna | 8 de Julho de 2016 | Responder

    • Tudo tem começo meio e fim. Parece que ele acabou antes de você acabar e você não consegue aceitar isso. Tente pensar em outras coisas, outras pessoas, e se esforçar para esquecer este menino. Ele te faz sofrer. Ele não é o único amor da sua vida, ele faz você sentir única, e depois não está nem aí pra você. Ele é apenas um galinha que sabe o que fazer para deixar as meninas caidinhas por ele. Faça com o seu tempo e com sua vida coisa melhor do que procurar ele,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 11 de Julho de 2016 | Responder

  27. Parei de comer. Parei de tomar água. Sem meu amor. Prefiro a morte. Adeus

    Gostar

    Comentar por Analu | 30 de Julho de 2016 | Responder

    • Analu a vida e o mundo é muito maior do que esta pessoa! Existem milhares de pessoas possíveis para você amar e ser amada!
      O que você sentia por ele não era amor e sim obsessão!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 16 de Agosto de 2016 | Responder

  28. Belo texto… Belas palavras… Mas eu só acho que quem ama de verdade não vai sofrer por amar… Pós o amor é um sentimento único puro e verdadeiro… Amar é aguentar a dor… Amar é sentir o amor nada além do que amar alguém…se você ama e acha que sofre por amor… Isso é engano seu… Eu vivo solidariamente… Estou vivendo a mais pura angústias de minha vida…

    Eu optei por sofrer a vida toda ate toda eternidade… Eu amo muito uma pessoa… Ela sabe disso mas meu amor pela solidão é tão unico que nada vai mudar isso… Ela namora tem uma vida social… Eu não sofro por ouvir-la dizendo que ama outro cara… Pôs so de saber que ela está feliz eu vou ficar bem… Meu único medo é de perder-la pra sempre…

    Como eu disse posteriormente….
    Amar não é sofrer mas sim sentir amor…
    Prove seu amor…
    Faça sua história de amor ser única…
    Mesmo sabendo que nunca vai ter-a(o)…
    Pós quem ama de verdade…
    Nunca desiste do seu amor…
    Eu sou assim…
    Respeito se você quer outro…

    Mas eu prometí pra mim mesmo… Que meu primeiro beijo… Primeiro abraço… Será so dela… Pós ela é o amor que eu sempre irei sentir… Quem ama nao sofre por amar… Nao culpe a sofrencia por achar que sofre por amor… Pós ninguem sofre… Apenas nos sentimos rejeitados… E nao sabemos aceitar a vida como ela é… Apenas viva sendo como for… Nunca se lamente… Pós lamentação so vai te destruir mais…

    Um recado prós expressivos…

    Tenho 17 anos… Sofri na vida desde os 4 anos de idade… Fui ameaçado… Ja fui abusado… Ja sofri muito… Desistir de tudo… Dos meus sonhos aos 9 anos… Me tranquei no meu quarto… Me fechei pro mundo até hoje… Nunca abracei nem mesmo beijei… Abandonei escola aos 9/10 anos… Não tenho sonhos… Sou depressivo… Eu fodo meu corpo…

    Mas eu aprendi uma coisa… Posso nao ter estudos… Nao saber nada da vida… Mas eu aprendí muito com a solidão… E eu ajudei muitos depressivos… Eu sou feliz do jeito que sou sofrendo… Pq tudo que eu tenho ja basta… Morrer?… Sim eu quero… Mas antes de morrer eu vou lutar pela solidão… Irei aproveitar toda a mágoa e angústia… E irei provar que podemos ser felizes mesmo sofrendo…

    Você suicida sinto muito informar… Suicidas são quem cometeu suicídio… Você so é um depressivo que tem medo de aceitar a dor.. Mas aceite pós assim você vai ser feliz… Mesmo sofrendo… Faça como eu… Ache algo nas dores que o der motivação pra viver… Lute pelos seus sonhos…

    Obrigado pela atenção….

    By: Mark_Dark/Dark_Sinister

    Quiser conversar so chamar no WhatsApp prometo da meu melhor…meu numero:(74) 99811-9344

    Gostar

    Comentar por Mark | 25 de Agosto de 2016 | Responder

    • Agradeço o seu depoimento sincero!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 13 de Setembro de 2016 | Responder

  29. Espero ter ajudado

    Gostar

    Comentar por Mark | 25 de Agosto de 2016 | Responder

    • Com certeza! Declarações sinceras sempre ajudam alguém!
      Obrigada

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 13 de Setembro de 2016 | Responder

  30. Olha , eu nao sei se expressar o relacionamento seria uma coisa boa ,mas em uns anos atras eu tive um relacionamento muito ruim de 3 anos , e sofri bastante isso ja nao e o caso pq nem me lembro da pessoa! hoje estou em um novo relacionamento que fez 6 meses a dois dias atras, nao sei porque como isso comecou porque eu amo ele como se nao existisse outra coisa na minha vida para amar , nunca senti nada disso por ninguem, e ate os 5 meses fomos muito bem demonstramos muito nosso amor um pelo outro, ele sofreu bastante eu cheguei e fui curando ele aos poucos pq da mesma forma que ele me preenchia eu preenchia ele , ate depois de uma briga 1 dia depois de 5 meses desde entao ele nao tem sido o mesmo , ele me da carinho diz me amar , mas nao e a mesma coisa , eu to me matando por isso eu to tipo parecendo q algo vai me matar de tanta dor que eu to sentindo , ele pediu para eu mudar umas coisas e eu to dando meu melhor nisso , mas parece nao ser o bastante , eu quero muito ser feliz com ele e nao sei mais oque fazer ele e muito bipolar , mas sempre que estamos juntos nunca discutimos relacao sempre proucuramos ficar bem pois temos pouco tempo um pro outro , eu preciso de ajuda ou de conselhos pq eu n sei mais onde eu to errada ou oq eu tenho que fazer para me tornar melhor para ele .

    Gostar

    Comentar por ALEXIA | 15 de Setembro de 2016 | Responder

    • Quando você diz que é como se não existisse outra coisa para amar, você revela o seu erro…
      Quando a gente ama é necessário poder transitar em outras áreas da vida, poder se alimentar de diferentes fontes de afeto: amigos, familiares, estudos, interesses pessoais, viagens, cultura, lazer…
      Caso contrário, a gente se torna desinteressante pra pessoa amada e também corremos o risco de sufoca-lo,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 17 de Outubro de 2016 | Responder

  31. Bom dia! Estou passando por uma situação horrível (pós namoro). Namorei com uma pessoa por dois anos. Ela tem 21 e eu 30.
    No início do namoro foi bom até eu desconfiar de traição em menos de 2 meses. O tempo foi se passando e eu fui percebendo que a pessoa na qual eu me relacionava estava sim se envolvendo com outra. E eu sempre perguntava se ela estava ficando/se envolvendo com alguém ela jurava que não. Até que no final de 2014 eu peguei uma ligação de duas outras com a suposta pessoa que eu vinha desconfiando. Pois bem, eu esperei ela chegar em casa e perguntei de quem era aquele número que ela esteve conversando de madrugada durante duas horas. Ela disse que não sabia.. e como eu já sabia de quem era eu comecei a ficar brava, nervosa, comecei a chorar. Falei que não queria mais ela. Disse que ela mentia p mim, que estava se envolvendo com a outra menina e ela como sempre negando. Passado se dois dias a menina que ela estava ficando me add no Facebook, disse que eu precisava saber algumas coisas. Eu aceitei ela, ela me ligou.. disse que minha ex sempre a procurava e que eu precisava saber quem era ela enfim, falou um monte de coisas que mais uma vez acabaram comigo. Mas por amar demais essa ex eu a aceitei de volta depois de duas semanas. Voltei mas as coisas mudaram, minhas atitudes com ela foram mudando e eu n conseguia esquecer aquele episódio. Sempre que discutimos eu jogava isso na cara dela. Passando se alguns dias ela conseguiu um emprego e estava muito feliz pq era tudo oq ela queria morar comigo. Eu aproveitei e pedi p levar meu currículo e por fim consegui tb. Passando se um mes ela terminou comigo. Alegando que eu estava a traindo. Fiquei muito mal pelo fato de perder a pessoa que amo e o pior estar todos os dias n mesmo local de trabalho, enfim. Passando se 4 meses ela começou a se chegar. (Obs: ela n falava comigo.) E mais uma vez eu cedi e voltei p ela. E aí mais bombas.. descobri que ela estava tendo caso com nossa gerente. Pronto! Mais uma vez foi uma coisa horrível n minha vida. Todos no trabalho ficavam falando, pelo fato d gerente falar p os funcionários. Minha ex falava que nunca ficou com a gerente. Com isso, eu mudei mais e mais, mesmo amando eu aceitei mais minhas atitudes eram péssimas mas eu n queria terminar. Depois desse episódio ela se mostrou uma pessoa diferente, que queria ficar comigo, dizia que eu era a pessoa certa p ela q me amava e tal.
    Eu comecei a ser grossa, jogar tudo na cara, fazer pouco caso de estar perto, e seja lá qualquer coisa que ela fazia eu n acreditava, sempre desconfiando e ela o tempo todo se mostrando diferente , carinhosa, fazia tudo que eu queria, me tratava bem . Mas qua do ela conseguia emprego ela mudava comigo e isso já era motivo p eu achar que tinha encontrado alguém. E isso foi acontecendo até final de agosto desse ano. Por fim, ja não estávamos se entendendo ela mudou comigo, estava sendo ignorante, grossa , n tinha mais paciência comigo mas sempre dizendo me amar e o estresse era por conta d trabalho. Ela queria muito um celular e eu fui lá e comprei o cel p ela, ela ficou doida por saber q iria voltar com zap.
    Face.. essas coisas..
    Simplesmente nos desentendemos por conta disso ee acabamos brigando, e feio.
    Foi horrível, eu bati nela, dei soco n rosto dela ela me bateu tb. N hora eu comecei a chorar pelo q tinha feito com ela. A pessoa que eu amo eu machuquei. Ela chorando tb.. pedindo p eu ir embora mas eu n fui. A noite foi passando e se controlamos e conversamos. Ela pediu um tempo. Disse que me amava mas queria um tempo. Depois d q aconteceu. Eu n quis aceitar pq sabia que seria termino. Resumindo… O cel ficou com ela. Ela n me procurou p falar nada, eu só vi as mudanças por meio d face. Excluio tudo que tinha nos 2, fotos.. mensagens.. tudo.
    E eu louca de saudade, querendo estar perto, não podia nem entrar em contato p saber como estava pq ela n queria. Até que liguei p ela p pedir a nota fiscal d cel ee ela pediu p quando eu fosse n casa dela aproveitar e levar as coisas dela q estavam aki em casa. Eu surtei, enlouqueci n sabia oq fazer . N dia seguinte eu levei.. ela conversou comigo… Coisas que já havíamos conversado a muito tempo e a agressão que ela n aceitou . Eu me expliquei mas mesmo assim ela muito segura de si. Disse acabou e eu agindo normal n frente dela. Passando se menos de um mês minha amiga que por sinal eh amiga dela tb estava conversando comigo sobre conversa que teve com minha ex. Ela disse estar feliz, mmuito bem e em nenhum momento ela pergunta de mim. E ainda disse não me amar. E quando minha amiga pergunta se ela está namorando ela n responde e só diz está feliz.
    E fica postando coisas n face de felicidade, de ter encontrado alguém especial.
    Estou sofrendo muito com essa situaçao, parece n passar. Queria muito que ela voltasse para mim. Eu n sei oq de fato está acontecendo que eu não consigo esquecer minha ex mesmo depois das coisas que já fez comigo.
    Desculpem pelo texto enorme.
    Precisava desabafar.

    Gostar

    Comentar por Nininha | 14 de Outubro de 2016 | Responder

    • Liberte-se da dependência emocional que desenvolveu em relação a ela!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 4 de Novembro de 2016 | Responder

  32. Bom dia! Estou passando por uma situação horrível (pós namoro). Namorei com uma pessoa por dois anos. Ela tem 21 e eu 30.
    No início do namoro foi bom até eu desconfiar de traição em menos de 2 meses. O tempo foi se passando e eu fui percebendo que a pessoa na qual eu me relacionava estava sim se envolvendo com outra. E eu sempre perguntava se ela estava ficando/se envolvendo com alguém ela jurava que não. Até que no final de 2014 eu peguei uma ligação de duas outras com a suposta pessoa que eu vinha desconfiando. Pois bem, eu esperei ela chegar em casa e perguntei de quem era aquele número que ela esteve conversando de madrugada durante duas horas. Ela disse que não sabia.. e como eu já sabia de quem era eu comecei a ficar brava, nervosa, comecei a chorar. Falei que não queria mais ela. Disse que ela mentia p mim, que estava se envolvendo com a outra menina e ela como sempre negando. Passado se dois dias a menina que ela estava ficando me add no Facebook, disse que eu precisava saber algumas coisas. Eu aceitei ela, ela me ligou.. disse que minha ex sempre a procurava e que eu precisava saber quem era ela enfim, falou um monte de coisas que mais uma vez acabaram comigo. Mas por amar demais essa ex eu a aceitei de volta depois de duas semanas. Voltei mas as coisas mudaram, minhas atitudes com ela foram mudando e eu n conseguia esquecer aquele episódio. Sempre que discutimos eu jogava isso na cara dela. Passando se alguns dias ela conseguiu um emprego e estava muito feliz pq era tudo oq ela queria morar comigo. Eu aproveitei e pedi p levar meu currículo e por fim consegui tb. Passando se um mes ela terminou comigo. Alegando que eu estava a traindo. Fiquei muito mal pelo fato de perder a pessoa que amo e o pior estar todos os dias n mesmo local de trabalho, enfim. Passando se 4 meses ela começou a se chegar. (Obs: ela n falava comigo.) E mais uma vez eu cedi e voltei p ela. E aí mais bombas.. descobri que ela estava tendo caso com nossa gerente. Pronto! Mais uma vez foi uma coisa horrível n minha vida. Todos no trabalho ficavam falando, pelo fato d gerente falar p os funcionários. Minha ex falava que nunca ficou com a gerente. Com isso, eu mudei mais e mais, mesmo amando eu aceitei mais minhas atitudes eram péssimas mas eu n queria terminar. Depois desse episódio ela se mostrou uma pessoa diferente, que queria ficar comigo, dizia que eu era a pessoa certa p ela q me amava e tal.
    Eu comecei a ser grossa, jogar tudo na cara, fazer pouco caso de estar perto, e seja lá qualquer coisa que ela fazia eu n acreditava, sempre desconfiando e ela o tempo todo se mostrando diferente , carinhosa, fazia tudo que eu queria, me tratava bem . Mas qua do ela conseguia emprego ela mudava comigo e isso já era motivo p eu achar que tinha encontrado alguém. E isso foi acontecendo até final de agosto desse ano. Por fim, ja não estávamos se entendendo ela mudou comigo, estava sendo ignorante, grossa , n tinha mais paciência comigo mas sempre dizendo me amar e o estresse era por conta d trabalho. Ela queria muito um celular e eu fui lá e comprei o cel p ela, ela ficou doida por saber q iria voltar com zap.
    Face.. essas coisas..
    Simplesmente nos desentendemos por conta disso ee acabamos brigando, e feio.
    Foi horrível, eu bati nela, dei soco n rosto dela ela me bateu tb. N hora eu comecei a chorar pelo q tinha feito com ela. A pessoa que eu amo eu machuquei. Ela chorando tb.. pedindo p eu ir embora mas eu n fui. A noite foi passando e se controlamos e conversamos. Ela pediu um tempo. Disse que me amava mas queria um tempo. Depois d q aconteceu. Eu n quis aceitar pq sabia que seria termino. Resumindo… O cel ficou com ela. Ela n me procurou p falar nada, eu só vi as mudanças por meio d face. Excluio tudo que tinha nos 2, fotos.. mensagens.. tudo.
    E eu louca de saudade, querendo estar perto, não podia nem entrar em contato p saber como estava pq ela n queria. Até que liguei p ela p pedir a nota fiscal d cel ee ela pediu p quando eu fosse n casa dela aproveitar e levar as coisas dela q estavam aki em casa. Eu surtei, enlouqueci n sabia oq fazer . N dia seguinte eu levei.. ela conversou comigo… Coisas que já havíamos conversado a muito tempo e a agressão que ela n aceitou . Eu me expliquei mas mesmo assim ela muito segura de si. Disse acabou e eu agindo normal n frente dela. Passando se menos de um mês minha amiga que por sinal eh amiga dela tb estava conversando comigo sobre conversa que teve com minha ex. Ela disse estar feliz, mmuito bem e em nenhum momento ela pergunta de mim. E ainda disse não me amar. E quando minha amiga pergunta se ela está namorando ela n responde e só diz está feliz.
    E fica postando coisas n face de felicidade, de ter encontrado alguém especial.
    Estou sofrendo muito com essa situaçao, parece n passar. Queria muito que ela voltasse para mim. Eu n sei oq de fato está acontecendo que eu não consigo esquecer minha ex mesmo depois das coisas que já fez comigo.
    Desculpem pelo texto enorme.
    Precisava desabafar.

    Gostar

    Comentar por Lely | 14 de Outubro de 2016 | Responder

  33. Ola doutora! tudo bem.

    Esse tal dor de amor, o que faz com a gent não tem explicação. Eu to amando alguem, deu esperanças pra mim e agora, não quer saber. Acho muito descontente, pois doi mesmo, as vezes aperta o coração, chego a dormir pensando encontra-la todos os dias, a pessoa, ainda finge e fika dando esperanças pra outros da turma e nem se decide quem quer. O pior como vc disse, era a minha esperança de ter um relacionamento pois , já sofri muito em encontrar alguem, pois quando encontro, ja esta em algum relacionamento. Agora to mal de novo, kkk

    Gostar

    Comentar por ricardo | 3 de Abril de 2017 | Responder

    • Procure amar a vida, amigos, viagens, cultura e também a relação afetiva!
      Você aposta todas as suas fichas na relação e por isso, pode ser que sufoca e quando a pessoa vai embora você sofre muito porque fica sem nada pra alimentar o seu lado afetivo!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 4 de Abril de 2017 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: