Psicóloga Responde

Dicas úteis para o dia-dia

Por que é tão difícil esquecer um grande amor?

Tenho recebido algumas cartas de leitores me perguntando porque sofremos tanto de amor? E porque é tão difícil esquecer um amor. Aqui escrevo uma resposta que pode elucidar a situação e ajudar cada um que passa por isso a ter mais consciência do que acontece em seu psiquismo e causa tanto sofrimento e dor na difícil tarefa de esquecer um grande amor:
Cada pessoa tem um ritmo pessoal e particular para se relacionar com o outro no tempo, no espaço, com as pessoas, com os objetos e os elementos da cultura. Assim sendo, cada um de nós necessita de um determinado tempo significativo e satisfatório de experiencia na relação com a pessoa amada que pode ser diferente do tempo do nosso parceiro. Então, quando não há sintonia entre o nosso tempo e o da pessoa amada sofremos para esquecer o nosso amor. Uma vez que ele ainda é uma amor para nós ao mesmo tempo em que deixamos de ser um amor para ele. Ou seja, nós ainda não acabamos de amar enquanto ele já terminou. Nós estamos no ainda e ele está no já, então, estamos fora de sintonia. Dito de outro modo, nós ainda estamos disponíveis para ele, ansiando por esta pessoa que já se tornou indisponível para nós, e isto dói muito. Pode ser que os propósitos que nos levaram a nos relacionar foram diferentes e se desencontraram, porque na medida que quero amar, o outro quer conquistar, ou seja, eu estou mais interessada no ser, e ele no ter, no estar que é relativo a conquista.
Agora você ainda pode perguntar por que sofro tanto? E eu te respondo, porque é na relação com o outro no tempo e no espaço que nós constituímos o nosso Eu desde que somos bebês na relação de ternura com a nossa mãe, até quando nos tornamos adultos na relação fraternal, de amizade e amorosa, por isso, o outro é vital em nossa vida. Portanto, se não há alguém significativo, ao invés de constituição do si, há dor que atravessa a nossa mente, o nosso corpo e o nosso ser.
Assim sendo, o ser humano carece de cuidados tanto quanto carece de alimento, água ou ar para a sobrevivência. Se não há alimento o corpo morre, se não há cuidados e afeto, a pessoa respira e o coração bate, mas o sentimento é como se ela estivesse morta, porque o cuidado atinge o corpo, a alma e a mente do humano e quanto mais a pessoa experienciar o afeto e guardar reserva de amor dentro de si, mais consegue constituir de forma abrangente o seu Eu que é formado pelo conjunto das experiências relacionais.
Quando não temos alguma pessoa significativa em nossa vida, sentimos o nosso Eu despencar numa experiencia de tédio que é ausência do sentido de tudo.
Como sair desse sofrimento?
Desenvolvendo a capacidade de nos alimentarmos afetivamente de várias pessoas, entre elas: amigos, familiares, colegas e pessoas do nosso convívio e, principalmente guardando na memória o afeto recebido.
O problema acontece quando nos sentimos impossibilitados de transitar entre as diferentes pessoas com as quais nos relacionamos e investimos todo o nosso afeto num único alvo, esperando que ele dê conta de todos os nossos anseios.
É importante lembrar que conforme pudermos guardar a memoria do afeto recebido dentro de nós, poderemos nos relacionar com mais tranquilidade com a pessoa amada e nos alimentarmos afetivamente inclusive dos elementos da cultura, como livros, filmes, musicas e experiências de vida, tornando-nos pessoas mais equilibradas nas relações afetivas, menos dependentes e assim sofreremos bem menos por amor.

Léa Michaan,
25/05/2014

Anúncios

25 de Maio de 2014 - Posted by | Por que é tão difícil esquecer um grande amor? |

78 comentários »

  1. Boa Tarde
    Dediquei a minha vida a uma pessoa durante 20 anos, o mesmo nunca fez nada por mim nem siquer lutou pelo meu amor nenhuma vez.
    Tenho um filho de 6 anos com ele, e a aroximadmente 20 dias estamos separados ele nunca gosta de dar satisfação se sentia solteiro e eu cobrei isto e nos insultamos fortememente e nos agredimos e e ele foi embora.Constamente me xinga de nomes feios quando fica nervoso, parece que so eu me emprenhei nesta relação e pra ele foi so costume e conveniencia.
    Tentei ligar mais ele nao quer falar comigo enem da atenão para o filho, porque sofro por alguem que so me fez mal e nao valorizou meu amor.
    Preciso de ajuda como seperar não quero mais sofrer, preciso esquecer pois ele nao ta nem ai e eu to aqui sofrendo muito.quando deveria ser o contrario.Me ajude por favor ele e um pai ausente bate no meu filho eum ex presidiario, não me faz feliz.
    Mas porque sofro por ele?O relacionamento não tem respeito mentre pra mim e no final faz eu sempre ser a errada e ele a vitima.

    Me ajude quero esquece-lo

    Gostar

    Comentar por elizandra | 28 de Maio de 2014 | Responder

    • Olá Elizandra, vejo que você escreveu algumas cartas para mim, isto é sinal evidente que você está desesperada em busca de palavras que possam te ajudar a pensar e atravessar este momento tão difícil. De fato é injusto o que acontece com você. Parece que não há muito o que esperar deste homem, ele não te valoriza, não te respeita e você precisa mudar o foco de interesse porque deste homem não há o que esperar. Invista em seu filho, procure algum trabalho, invista em sua aparência, faça algum curso e pare de pensar no que você sofreu, sofre e se não parar de pensar nele, continuará sofrendo. Dê um basta neste sofrimento colocando suas energias em elementos da vida que te darão retorno, continuar pensando nele e se ressentindo só tira mais e mais suas energias e não te leva a nada. Dê a volta por cima! Seja forte para ser feliz!
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 29 de Maio de 2014 | Responder

  2. Que bela história de amor. Penso que nesse momento você precisa receber uma devolutiva do Rapha, caso contrário a sua mente pode te enlouquecer. Você vai fantasiar mil coisas e ter mil emoções antagônicas e a verdade é a única coisa que pode salvar você desse sofrimento e desse sufoco.
    Procure-o e peça uma conversa para você saber o que fazer, que rumo seguir. Mesmo que ele esteja confuso e ainda não definiu o que deseja com relação a você, mesmo assim, você merece saber a posição dele em relação a vocês.
    Um abraço,
    Léa

    Gostar

    Comentar por leamichaan | 7 de Agosto de 2014 | Responder

  3. Oi boa madrugada meu nome é Aline e eu queria que vc me explicasse uma coisa. Vou escrever tudo. Em fevereiro comecei um namoro de 6 meses eu estava toda feliz comecei comprar as coisas pra casar, saia bastante, ia ao cinema, ele foi conhecer minha familia e depois e fui conhecer familia do amor da minha vida. Mais a familia dele gostou tanto de mim e eu tbm. Ai ele terminou comigo comecei a chorar e meu olho estava enchadao parei de falar com meus pais, nao conseguia trabalhar direito quando eu chego em casa do fico na cama ate ele voltar. Eu choro todo os dias de saudade dele e peço ele para volta mas nao tem como me ajudar. Ai eu mandei muitas msg queria que vc me explica eu nao sei pq ele nao responde ele falou assim nao estou com ninguem se eu tivesse no face e eu me preocupo se ele esta com outra. Me explica pq ele nao responde eu nao estou entendendo??? Me mande resposta. To aqui chorando. :'(.
    Bjux Aline.

    Gostar

    Comentar por Aline Rodrigues | 21 de Agosto de 2014 | Responder

    • Oi Aline, que sofrimento… Parece que esta pessoa não corresponde ao amor que você tem por ela. Você sente saudades porque quer viver novamente o que viveu antes com esta pessoa, mas ele não tem mais a disponibilidade que tinha antes. Você precisa de mais tempo do que ele na relação afetiva, seu tempo para amar é maior que o tempo dele. Vocês estão em sintonias diferentes, você permanece envolvida com ele, num tempo em que ele já terminou de se envolver com você, e isto dói bastante na gente.
      Agora é preciso aceitar que o tempo que ele tinha disponível pra você acabou, e agora que você se conhece melhor e aprendeu com esta experiencia, procure se relacionar com homens mais estáveis, menos impulsivos,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 21 de Agosto de 2014 | Responder

  4. estou à meia hora a ler toda as historias, á espera de encontrar uma parecida à minha. bem… já la vao 3 anos que o conheci, aos 15 anos.
    penso que idealizei o que desejei antes de o ter conhecido, esperei tanto pelas qualidades que encontrei nele, mas apesar disso ainda carrego a culpa que sinto, agora as 18.
    mas assim foi. num apice apaixonamo nos. ao fim de 5 meses de namoro, eu tinha o coraçao dele, o amor dele era tao grande que eu propria me assustava. acho que o “medo” me define como pessoa, e eu sendo quem sou, tentei encontrar as qualidades que naquele momento ele nao me estava a dar, noutra pessoa(rafael). parti lhe o coraçao, em tao pouco tempo. fiz lhe sofrer por ter criado uma ligaçao com aquela pessoa, porque aquela pessoa deu me naquele momento o que eu precisava, fui egoista e o medo que ele sentia era tanto que isso só me afastava. eu magoei a pessoa que mais gostou de mim, no passado. entretanto, depois de tudo o que lhe fiz passar, ele parou. ele acalmou, e eu… de um dia para o outro, desejei o tanto. era como se estivesse hipnotizada por algo que desconhecia. a desvalorizaçao que tive para com ele, fez de mim uma escrava de culpa. voltamos a estar juntos, nunca nos tinhamos deixado, mas no meu intimo eu sabia que os sentimentos dele nao eram os mesmos, mas apesar disso tentamos, ficámos e eu perdi entretanto a virgindade. ao fim de 1 ano e poucos meses, terminamos. por discussoes, e carencias da minha parte. o facto de exigir lhe o que ja nao tinha dele, subcarreguei o demais numa etapa da vida dele importante. terminamos entao, e eu sofri. mas esperei. esperei, e nunca me afastei. durante 9 meses criamos uma amizade exigida, porque eu sempre tentava algo mais… mas nenhum de nós conseguia dizer adeus. entao ao fim desses 9 meses, aconteceu. envolvemo nos sexualmente, e assim foi durante 9 meses. creio que nunca deixamos de ter a ligaçao, mas eu magoei me em ves de ter dito logo adeus. o facto de ser chegada a familia dele ainda me magoa mais, e eu acho que tenho medo de ficar sem ele e perder quem sou, porque sem ele nao sou. ao fim desses nove meses, ele disse que nao me amava, eu propria tambem nao sabia se ainda o amava. mas apesar disso, eu nao desisti. até à ultima semana que passou. ele contou me uns meses atrás que encontrou uma menina que já havia beijado antes de me conhecer, e entao a semana passada ele me contou que se envolveu sexualmente com ela. isso partiu me por dentro, foi algo que nunca esperei mas que ao mesmo tempo esperei. eu estou em depressao, nao consigo deixa lo ir e sem que ele nao quer deixar de me ver. sei que ele quer ser meu amigo, mas isso parte me o coraçao, pensar que ele se pode estar a apaixonar por outra. ele contou me, e eu surpreendida, dei lhe um tapa na cara. ele teve o tempo calado, maior parte do tempo nem falamos. foi o pior dia, tudo o que queria era fugir e vomitar. no final, eu soube que isso que ele fez foi suposto, de qualquer outra maneira isso nao ia acabar. o que mais magoa foi ter dividido o que sentia, e ter metido de parte o nojo que senti por ele, e entao abracei o. ele chorou, e pediu desculpa. agradeceu pela atitude que tive e disse para nunca esquecer que ele gosta de mim.
    eu adormeco á noite a imagina lo chorar, e apesar do que estou a sentir, eu nao consigo deixa lo ir. entretanto ele pediu para ir a casa da familia dele ontem, e eu nao respondi. doeu tanto, porque tudo o que quero é ve lo, falar com ele e ver a familia dele. sei que a relaçao é meia doente, porque eu estou bloqueada e ele já nao é o mesmo. eu vivo no passado, e isso doi me tanto. pensar que ele pode estar com a outra, magoa me. da me vontade de vomitar, e eu mal como. nao sei o que fazer, nao sei como esquecer. eu perdoo, mas nao consigo seguir em frente. talvez seja fraca, mas ele foi o primeiro em tudo. eu desejo intimamente um dia encontra lo, e mostrar lhe que mudei, e que é possivel reatar, mas o problema depois é pensar, como estarei? quem serei? eu nao descanso, parece que estou a morrer. quero deixa lo ir, mas sinto algo tao forte que nao consigo explicar. foi muito forte o que senti e sei profundamente que ele apesar do mal que me está a fazer, que ele é unico (toda a gente é) mas as qualidades que ele tem sao as que eu “necessito” em alguem, e mais ninguem chegado a mim as tem. eu nao sei o que fazer, porque ele sempre me ajudou com todos os problemas que tenho na minha vida. era a unica pessoa que me acalmava e eu sinto me perdida agora. 😦

    Gostar

    Comentar por ddd | 26 de Agosto de 2014 | Responder

    • Você está obsecada por ele. De fato a obsessão é quando morremos para tudo o mais e só existimos para uma pessoa, só aquilo interessa para nós, nossa vida só tem graça com aquela pessoa. Você precisa investir em outras pessoas, outras coisas, e não “morrer” de amor por alguém. Antes de procurá-lo você precisa se curar dessa obsessão, caso contrário vai por tudo a perder!
      Procure uma terapia e encontre vida em outras coisas: pessoas, famíia, amigos, trabalho, cursos, elementos da cultura. Você precisa curar-se da obsessão.
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 16 de Setembro de 2014 | Responder

  5. Oi,Meu Nome é Juscimara.. eu tenho uma vida amorosa muito complicada sabe..
    namorei 4 anos com sofrimentos pois minha família não aceitava meu namorado.. com tudo isso acontecendo passamos por cima de todos que não aprovava nosso namoro naquela época..
    todos viram que o nosso namoro estava bem forte,então acabaram desistindo de nos separar.
    meus pais estavam começando a se separar,minha mãe me deu a metade da casa para morarmos,então moramos nesta mesma casa há 2 anos…
    no tempo de namoro já separamos 2 vezes pelo fato de eu querer conhecer novas pessoas,mas acabamos voltando e eu não fiquei com ninguém… estamos juntos vai fazer 6 anos agora em novembro.. e acabou que ele chegou em mim e disse que me amava muito,mas ele queria conhecer outras pessoas para ver se é aquilo que ele quer realmente..tínhamos separado mais não vivemos longe um do outro,então acabamos voltando.ambos estava sofrendo em ficar separados,então decidimos ficar como relacionamento aberto..ele poderia ficar com outras meninas ( sem ter sexo) e eu poderia ficar com outros homens.. ontem ele acabou ficando com uma menina..ele mi contou tudo por que ele é muito sincero, e ele sempre diz que eu sou a unica pessoa que ele confia e me conta tudo..somos muitos sinceros um com o outro,mas meu coração naquele momento que ele mi falou despedaçou,eu até que reagi bem,mas eu não conseguiria ficar com outros homens ou não tenho coragem.. ele disse que isso não vai durar muito ficando com outras pessoas,ele só quer um tempo para saber o que ele quer de verdade..mas eu tô muito confusa..não sei se eu tenho coragem de ficar com outra pessoa,também tenho medo de começar a gostar de outra pessoa e acabar perdendo o amor que eu sinto por ele..da mesma forma que corremos esse risco de acontecer o mesmo com ele..e estamos ai.. morando juntos amando um ao outro,mas com relacionamento aberto..acho que eu deveria aproveitar a oportunidade de conhecer outras pessoas,mas algo me prende,eu não sei o que.. ele me fala que ele pode ficar com outras pessoas mais ele sempre sera meu.. q pessoa pode ficar com ele por minutos,mas eu sempre terei ele como meu homem.não sei se deveria fazer o mesmo.. Preciso de ajuda pra me encontrar também.. pf me ajude

    Gostar

    Comentar por Juscimara Alves Oliveira | 10 de Setembro de 2014 | Responder

    • Sinceramente, este moço te lava no bico direitinho! Ele quer tudo, ele quer você e as outras também! Porque ele precisa te comparar com outras mulheres? Você dá casa, comida, roupa lavada, amor e ele tem tudo isto e as outras com o seu consentimento!
      Espero que tenha te ajudado!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 16 de Setembro de 2014 | Responder

  6. Eu terminei meu relacionamento de 10 anos e to sofrendo muito. Nao tenho animo pra nada e ele continua vivendo a vida normalmente. Parece que o termino do nosso relacionamento nao significou nada. E so fico pensando o tempo todo que ele vai aparecer pedindo pra voltar. Eu nao vou atras dele. Mas fico pensando nele o tempo todo e desejando e esperando o momento que ele vai aparecer na minha porta pedindo pra voltar. Sei que preciso seguir em frente mas sou uma pessoa de poucos amigos e a maior parte do tempo fico sozinha…. o que acaba me deixando com muito tempo livre pra pensar nele. Nao sei mais o que fazer.

    Gostar

    Comentar por Joana | 22 de Novembro de 2014 | Responder

    • Ocupe o seu tempo com coisas produtivas, úteis e em prol de seu desenvolvimento. Você parou no mundo ha 10 anos!
      Procure um profissional e descongele! O trem anda, aceite que este amor morreu.
      Sugiro que você faça terapia para “descongelar” a sua mente que ainda tá fixada numa pessoa que “morreu” ha 10 anos atrás!
      Faça cursos, entre em clubes de hobbies, arte, esporte, caminhadas, leituras, clube de viagens e viva a vida!
      procure uma psicologa,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 30 de Novembro de 2014 | Responder

  7. Olá
    Não sei se ainda está ativo esse “fórum”, mas gostaria de comentar também minha situação.
    Tive ou tenho ou relacionamento com homem casado aproximadamente 15 anos. Temos um filho que acabou de completar 2 anos.
    Com a gravidez tudo mudou, ele se afastou de mim e desde que meu filho nasceu, não saímos mais, meu contato estava somente por telefone e mensagens (declarações de amor de ambas as partes) e no fórum (devido solicitação de pensão). Estava pensando em terminar tudo, mas não consegui. Semana passada enviei mensagem p/ ele no dia aniversário do meu filho, brigando pq ele não ligou, mas fiz no horário que sabia que a esposa pegaria o celular, contei toda nossa história, mesmo sabendo do risco de perdê-lo, pois se desconfiasse que eu fiz isso terminaria comigo. A esposa dele falou um monte e eu menti falei que estava em outra para ela ficar mais tranquila e ela colocou um ponto final, falando que não largaria dele por minha causa.
    Chorei muito pois sabia que esse era o fim, porém nossa história com nosso filho ainda não estava bem esclarecida entre nós mesmos, precisamos resolver, visitas, registro etc. Para resolver isso liguei p/ ele (que foi super frio comigo) para marcarmos de nos encontrar para resolver de uma vez por todas nossa situação.
    Sei que estou erradíssima, porém amo demais aquele homem, não consigo imaginar sem ele. Penso de verdade em seduzi-lo novamente e manter nossa situação de amantes.

    Gostar

    Comentar por Ana Carolina | 17 de Março de 2015 | Responder

    • Olá Ana Carolina, este fotum está ativíssimo! Tenho respondido tantas mensagens que só agora consegui te responder!
      Imagino o seu sofrimento sendo a outra! Parece que você não consegue aceitar que ele “está ocupado” e que se ele ficar com você, você continuará ocupando o lugar da outra, e este lugar é muito sofrido. Parece que se você quiser ficar com este homem, este será o preço a pagar! Que tal tentar mudar o foco e procurar alguém que pode te colocar no lugar da esposa? Faça uma experiencia! Tente por um mes pensar em novas possibilidades de relacionamento afetivo, mas nunca descuide de seu filho. Ele é o que restou do amor de voces e ele merece receber todo o carinho e atenção do mundo!

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 14 de Abril de 2015 | Responder

  8. eu conheci uma pessoa na escola que mexeu muito comigo quando estudava no segundo ano do ensino medio num dia de quinta feira na aula de espanhol quando fomos nos apresentar eu olhei bem fundo nos seus olhos sentir que foi paixao a primeira vista o tempo passou e eu estava apaixonada mas por ser mto timida nunca tive coragem de dizer a ele o que sentia eu ate achava que ele gostava de mim pelo menos eu tinha essa duvida ate que um dia eu liguei para uma amiga minha que antes havia me perguntado se eu gostava dele ai eu disse que nao queria responder, ai nesse dia que liguei para ela ja estavamos no terceiro ano no comeco do segundo semestre ai eu disse a ela que perguntasse a ele se ele gostava de mim ai ela perguntou e ele disse que nao que ja tinha namorada mas passados dois anos eu ainda sinto alguma coisa por ele qndo vejo ele nas ruas ate me bate um arrepio e me vem uma duvida na cabeca se nesse periodo que estudavamos juntos se ele em algum momento gostou de mim sabe ta dificl para mim esquece lo preciso de ajuda o que eu devo fazer ?ja fiz de tudo mas nao consigo esquecer esse rapaz

    Gostar

    Comentar por rosimaria | 25 de Março de 2015 | Responder

    • Você está idealizando este garoto e a ideia nunca equivale a realidade. Ele não é tudo isto que você imagina dele. Ele não é o único garoto do mundo.
      Se ele não corresponde, ele não te merece,
      Esforce-se para pensar em possibilidades reais, em garotos com mais possiveis.
      Saiba que pensar nele será inutil e tempo perdido!
      Felicidades,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 3 de Abril de 2015 | Responder

  9. Olá…após ler varios depoimentos pra saber se tinha algum parecido com o meu e nao encontrei.
    Conheci meu ex o fred há 5 anos através de amigos em comum e começamos a sair todo o final de semana. Ele nunca me pediu em namoro, mas as vezes ele falava que a gente tinha um relacionamento e em outras dizia que a gente estava apenas ficando. Nao entendia muito bem e ,por isso, nao queria cobrar nada, mesmo sabendo que ele ficava con outras. Ele sempre me dizia que terminou com a ex porque era ciumenta e isso aumentava ainda mais minha insegurança em demonstrar ciumes. Com 5 meses de namoro um dia ao sairmos percebi que ele estava diferente e que nao estava tao afim de mim assim e ai ele pediu pra terminar. Fiquei muito triste. Chorei e tudo. Mas ele inventou uma desculpa e disse que era melhor assim. Comecei a sair com minhas amigas e acabei reencontrando um ex paquera que eu era apaixonada quando adolescente e saimos. Ele estava super interessado em mim, e eu nem lembrava mais do meu ex, mas nao tivemos quimica. E ai voltei a pensar no meu ex. Na epoca ele so queria ficar comigo nas festas e tipo se a gente se encontrasse ele ia querer ficar comigo.Isso me deixava ainda mais triste. Ele colocou namorando nas redes sociais e eu soube que ele tinha voltado com a ex que ele dizia que era ciumenta. Mas, eu comecei a viver minha vida e conheci um cara que comecei a namorar. Namorei 2 anos e meio, porem eu nao gostava tanto dele. Ele era muito bom pra mim, me incentivava em tudo. So qur nao tinhamos muito a ver. Brigavamos muito porque ele nao queria fazer o que eu queria. So queria que eu agradasse ele. Entao resolvi terminar. Antes de terminar eu sai com o fred porque ele me chamou pra sair e disse que estava com saudadws. Eu sai com ele morrendo de ansiedadw, maw fingi que nao estava ligando muito. Conversamos, mas na hora de ir pra casa dele ele ja foi assim muito afoito nem queria conversar e eu nao me senti muito a vontade. Nao sei se era porque eu estava acostumada com o meu relacionamento anterior. Terminei com meu namoro, mas o fred nao me procurou mais e na epoca eu estava estudando pra concurso e achei melhor nao correr atras tbm. Mas, quando acabava as provas eu mandava uma msg perguntando quando a gente ia se ver. Um dia ele marcou cmg, mas eu tava tao triste por causa dos concursos que pedi pra remarcar e remarcanos, mas ele me deixou em casa esperando e nao apareceu nem sequer deu uma satisfaçao. Depois de um tempo, passei a procurar ele e mandei mensagens ele olhava e nem sequer respondia. Chegou a marcar comigo outra vez, mas esperei novamente e nada. Conheci outra pessoa e comecei a namorar e ai ele me chamou pra sair. Eu nem respondi porque estava namorando com o paulo, mas meu namoro nao deu certo. So durou 2 meses pelo excesso de ciumes e acabei saindo com ele.O fred estava super disponivel pra mim e conversamos muito. Mas eu estava nervosa com medo do paulo esta me seguindo que nao consegui ficar com ele direito. Nesse meio tempo mando msgs pra ele e ele nao responde. Agora ele colocou fotos com outra. E me sinto culpada desse relacionamento nao ter dado certo. Ainda penso nele, mas ao mesmo tempo tento seguir a linha do raciocinio que talvez esse cara nunca foi pra mim ou talvez ele quer que eu corra atras. Mas eu tambem nao sou de correr atras. Prefiro alguem que.me conquiste, mas ainda doi saber que ele esta com outra.

    Gostar

    Comentar por Fernanda | 16 de Abril de 2015 | Responder

    • Me ajude. O que devo fazer?

      Gostar

      Comentar por Fernanda | 16 de Abril de 2015 | Responder

      • Você esta numa situação um tanto complicada porque disse que gosta de ser conquistada e não gosta de correr atrás, isto quer dizer que você não o chamaria para uma conversa bem sincera para colocar as cartas na mesa e saber se ele corresponde ou não aos seus anseios. No entanto, você diz que quando sairam ele estava muito afoito e nem quis conversar e você não gostou disso. E agora que você não correspondeu, ele está com outra. Estes são indícios que ele está com saudades da sua pele e não quer perder você como possibilidade de ficar, curtir, mas não parece que ele está interessado em namoro, dialogos, companheirismo e cumplicidade, pelo menos não por enquanto. Portanto, não se martirize por não ter correspondido, e por ele estar com outra pessoa, porque pelo seus relatos ele não tem nesse momento isto o que você gostaria de receber na relação com ele.
        Um abraço,
        Léa

        Gostar

        Comentar por leamichaan | 20 de Abril de 2015

  10. Acabei com minha amante depois de dez anos nunca tive a esperança de seguir projecto vida com ela amas confesso que hoje sofro muito com sua ausência. fui eu que terminei sempre sentí que não havia sentido para alem da atração voraz de fazer amor sem limites e isso esta me fazendo muita falta o que fazer com isso ‘como lidar com essa perda obcecada ?ela não me sai da cabeça sei que não vai ser fácil mas tem que ser

    Gostar

    Comentar por henrique | 19 de Maio de 2015 | Responder

    • Você pensava que era só pele o que sentia por ela, no entanto, o desejo de pele durante dez anos penetrou em sua mente e em suas emoções. Corpo e mente não são separados, a mente capta os anseios do corpo e vice versa. Você sente falta da entrega, da presença, do lugar que ela permitiu que você ocupasse durante tantos anos e agora você ficou sem morada para seus anseios afetivos e sexuais.
      Pense nisso!
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 20 de Maio de 2015 | Responder

  11. Meu namoro de 1ano terminou recentemente. Ele terminou comigo e no momento do término perdi a cabeça e o agredi. Desde então não consigo dormir, comer, trabalhar. Choro o tempo todo…Me sinto envergonhada, arrependida, magoada por ter causado essa situação desconfortável e desagradável. Eu gostaria de falar com ele, pedir sinceras desculpas por bater no homem que amei, que sempre me respeitou e cuidou de mim. Quero voltar mas sei que ele jamais aceitaria nem mesmo olhar na minha cara. Mas gostaria de conversar, mostrar o quanto estou arrependida e pedir desculpas. Mesmo sem a volta do namoro eu já ficaria feliz, tiraria um peso enorme do meu peito!! Sei que ele não atenderá ligações minhas, tão pouco responder um email meu. O que vc sugere? Vou atrás mesmo assim e peço desculpas pelo mal que causei ou sigo a vida tomando isso como experiência para relações futuras?

    Gostar

    Comentar por July | 22 de Junho de 2015 | Responder

    • Você está sendo injusta consigo mesma se martirizando desse jeito, porque no momento do termino ele instigou a frustração em você e frustração gera ódio. Naquele momento o impacto da notícia fez um redemoinho em suas emoções que você ficou impedida de pensar. Depois a poeira abaixou e você se sentiu envergonhada em expor o “monstro” que ele instigou em você e que habita em todo ser humano.
      Claro aprenda desta experiência para a sua vida. Você conheceu o monstro que habita em você e em todos nos e daqui pra frente você vai saber se conter e lidar melhor com o ódio.
      No entanto, você pode escrever um e-mail. Mesmo se ele não te responder, ao menos você se justificou. Você fará justiça para si mesma,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 23 de Junho de 2015 | Responder

      • Obrigada. Farei o que vc indicou!!

        Gostar

        Comentar por July | 23 de Junho de 2015

  12. Bom dia, após ler vários decidi escrever acho que vc pode me ajudar, no momento estou separado ha uns 32 dias, mas desde de agosto de 2014 venho passando por esta angustia que me sufoca e acho que pode me levar a loucura. Bom… tive um romance em 1991 e ficou mau resolvido, com tudo acreditava que realmente tinha-mos terminado, agora tanto eu como ela casados, formados e com filhos e vida aparentemente estabilizada, nos encontramos por meio das redes sociais, e nisso passamos a nos comunicar, no inicio foi apenas como velhos conhecidos, com tudo não ficou ai, quando ela me disse sobre a situação de seu casamento, eu relatei algo que foi talvez a pior coisa que deveria fazer, o meu relato e por sinal verdadeiro, foi o seguinte é que nunca tinha esquecido dela, e que sempre me perguntava se eu estivesse com ela onde estaríamos realmente, e para surpresa minha ela me responde a mesma coisa, dai em diante começa o que parecia estar tranquilo em uma reviravolta terrível, pois começo a trais minha esposa e ela o marido, e bom para completar o clima em minha casa cominou na saída de minha esposa de casa por me pedir uma definição e eu não saber o que faço, e para completar o antigo amor também está em processo de separação, e o pior eu me sinto culpado por destruir meu casamento e o casamento de uma outra pessoa, sei que não tem bola de cristal mais assumir para minha esposa o fim de nosso relacionamento é que me deixa angustiando pois não consigo falar sobre este fim com ela.

    Gostar

    Comentar por Carlos | 7 de Julho de 2015 | Responder

    • Você não consegue falar do fim do casamento porque pra você o casamento não chegou ao fim. O fato de você reviver uma relação amorosa não é sinal que o seu casamento acabou. O ser humano pode sentir-se atraido por outra pessoa e nem por isso deseja acabar um casamento. porque o que você sente pela antiga namorada é um carinho, um amor, saudade, nostalgia e idealiza um relacionamento que não foi desgastado pelo cotidiano e a rotina do dia dia. Agora, um casamento representa um planejamento de vida juntos e a construção de uma família. O fato de você reviver uma relação amorosa nao implica no fim do seu casamento mesmo porque um ser humano pode amar mais do que uma pessoa simultaneamente. Antes de separar que tal uma boa conversa com a sua esposa. Talvez com o intermedio de uma terapia de casal?!
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 8 de Julho de 2015 | Responder

  13. Boa tarde..
    Conheci o Adriano eu tinha 15 anos e ele 17, começamos a namorar logo que nos conhecemos em 2009, vivemos durante 3 anos super bem. Dávamos super certo, fazíamos planos e tudo mais. Nosso maior sonho era ter um filho. Mas em 2012 as coisas começaram a mudar, ele começou a me trair com uma mulher dez anos mais velha q ele, eu descobri, brigamos sofri muito… Mas depois de umas semanas retomamos. E depois disso as brigas eram constantes e tudo pq ele não parava de aprontar comigo.. E sempre com a msm mulher. E eu o tempo todo alí, fiel a ele. Pq nunca consegui me interessar por mais ninguém, não tinha essa capacidade de pagar na msm moeda. E ele sempre prometendo não fazer mais… Mas o pior de tudo era q eles trabalhavam juntos e a tentação era de mais.. Em abril de 2013 ele terminou comigo e começou a ficar com uma moça q fazia faculdade com ele, segundo ele era pra me esquecer e esquecer a outra. Mas cinco semanas depois retonamos o namoro, pq sentiamos muita falta um do outro. Passamos o restante do ano de 2013 bem feliz… Mas dai em dezembro tudo começou a.mudar novamente, e essa mulher.começou a infernizar minha vida.. Me ligava falando q ele amava ela, q ele era dela. E q eu não era nada pra ele..e ele sempre negando, dizendo que me amava. Eu nunca fui de discutir com ele, sempre conversava..dizia a ele que se ele não me.quisesse que me deixasse que eu não morreria pq não tinha ele na minha vida.. Sempre deixei muito claro isso a ele… E entao em março de 2014 dias depois de termos completado cinco anos juntos terminamos…sofri de mais.
    Mas o ano de 2014 foi o pior de todos, pq ele ficava umas semanas comigo e.outras semanas com.ela.. Brigava comigo ia pra ela, brigava com ela vinha pra mim.. Até q comecei a surtar, e falar pra ele que não era assim que funcionava, q se ele me amasse ficasse comigo,mas do contrário que me deixasse em.paz… E então ele começou com os discursos de que não sabia o q fazer.. Que sentia minha falta todos oss dias, mas que sentia da outra.tbm… Que comigo o futuro era certo e com ela incerto.. Que quando ele tava com ela não tinha paz, mas quando estava longe sentia uma saudade imensa de ter ela perto dele e que quando tinha a vontade de sair de perto dela era gigantesca tbm…
    Sei que ao menos uma vez no mês nos ficavamos juntos, matavamos a saudade… E todas as vezes que ele via que eu estava me desprendendo dele ele vinha e me puxava de volta pra ele… Toda vez, toda vez… Antigamente eu era uma menjna feliz, ficava triste quando brigava com ele mas logo encontrava formas de viver bem.. E esquecer ele.. Mas sempre eu permitia ele chegar perto de mim pq eu tinha esperanças de voltarmos a ser oq eramos antes…mas isso nunca acontecia por completo..pq sempre a mulher estava no pé dele.. Ligava implorando pra ele voltar pra ela.. Que eu era puta.. Sonsa e tudo de ruim…
    Em janeiro desse ano uma mulher veio em mim e disse que haviam feito macumba pra amarrar o meu namorado e fazer com q ele criasse nojo de mim.. Acreditei, pq eu queria que fosse verdade… E voltei mais uma vez a namorar ele… Até que então em fevereiro descobri que estava grávida.. E descobri tbm que ele estava de novo com ela… Agora já estou no sexto mês da gestação e não consigo esquece lo..a mãe dele gosta muito de mim é muito minha amiga e odeia essa mulher..ela não me fala o porque.. E digo tbm que ela nunca interferiu para ficarmos juntos.. Ela sempre me alertou e me dizia pra conhecer outros caras q o filho dela não me merecia..e eu sempre querendo ver o melhor dele…
    Depois q engravidei ele parou de demonstrar as coisas q demonstrava.. Parou de querer me ter por perto… Ele fala que o neném vai ser super bem recebido.. Amado.. Mas que não sabe do futuro.. Que tem medo dele..
    Sofro por um abandono emocional, sofro pq ainda o amo..e mesmo depois de três anos sofrendo por ele ainda sinto falta do Adriano que me amava e que me queria por perto todos os dias… Talvez eu ame o Adriano de 17 anos… E esse Adriano de 24 eu não conheça nada dele.. Pq ele se tornou uma pessoa totalmente diferente.. Quero muito esquece-lo.. Preciso..para que quando o nenê nascer eu não misture as coisas e saiba agir da maneira certa.

    Gostar

    Comentar por Talita | 28 de Julho de 2015 | Responder

    • Este rapaz quer tudo, quer demarcar terreno em todas as mulheres, não deixou você se desligar dele, porque gosta de você e também porque se sente poderoso em manter as mulheres à mercê dele. Agora você vai ter um bebê. esta criança não tem culpa das coisas que estão acontecendo e precisa receber muito afeto e dedicação. Um bebê precisa de amor como nós precisamos de ar. Pra você conseguir cuidar bem deste bebê, é importante que você esteja disponível e não com a mente ocupada e os sentimentos tristes com o Adriano. O bebê precisa sentir que trouxe alegria para a sua mamãe. Caso contrário ele se sentirá rejeitado. Procure preparar-se psicologicamente e emocionalmente para receber este bebê. Este filho será a sua continuidade no mundo. Imagino o quanto você gostaria que o Adriano pudesse ficar ao seu lado e te apoiar para a chegada do bebê. Mas… Apoie-se em seus familiares e nas pessoas que te querem bem. E nunca esqueça de dar muito afeto e dedicação para este bebê. Você nunca irá se arrepender por ter sido uma mãe disponivel para seu filho!
      Felicidades,
      Um beijo grande,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 28 de Julho de 2015 | Responder

  14. Boa tarde eu namorava com uma menina e passamos um ano juntos,so que ela terminou comigo pq pisei na bola varias vezes com ela ficava falando com outra meninas tipo dando ousadia e tal mas eu nunca trai ela mas ela acha que ja trai,então nos afastamos ja tem um mês pq tb viajei para outro estado.Ela tinha parado de falar comigo mas depois com insistência ela começou a conversar mas era mais ela so me xingava e tal e dizendo que tava muito magoada e que não queria mas saber de mi e que não ia voltar mais a namorar comigo e que vai me esquecer, mas as vezes falávamos outras coisas tb mas relaxado e riamos tb as vezes e um desses dias ela me bloquiou no whats pq ela soube que tava usando o tinder um aplicativo de relacionamento que eh pra conhecer pessoas,mas depois de um tempo ela me desbloqueou e aos poucos íamos falando e puxando assunto ela respondia mas fraco.
    Mas esses dias aqui começamos a conversar e tal e ela me falou se eu tivesse la com ela iamos ficar mas so ficar pq não quer voltar e as nossas conversas estavam boas sem brigar mas ontem ela me mandou uma messagem madrugada que nao quer mas nada comigo e que vai me bloquiar no face e whatsup e ela fez,so que nao entendi muito bem pq esses dias estávamos bem falando normal rindo essas coisas mas eu sei que ela ta muito magoada e não quer voltar comigo pelas coisas que fiz, mas quero reconquistar ela e mudar e fazer as coisas certas que ela merece mas nao entendi pq ela me bloquear depois de estarmos tipo a conversar normal.
    Queria alguns conselhos o que devo fazer com isso ja que nos amamos muito e que agora ela me bloqueou, queria saber o que faco.
    Attc Valdo

    Gostar

    Comentar por valdo | 29 de Julho de 2015 | Responder

    • Primeiro você precisa estar disposto a mudar de verdade. Você está pagando um preço alto por ficar paquerando as garotas, mas será que está de fato disposto a parar? Você acha que consegue mesmo ficar sem testar a sua capacidade de sedução? Consegue ficar sem mexer com as meninas? Se você de fato pensa que sim, que este afastamento de sua namorada deu um chacoalhão em você e você se transformou, então você terá que batalhar para reconquistar a menina e provar pra ela que você mudou. Terá que mandar e-mail falando sobre a sua decisão, terá que ligar pra ela, conversar e pedir uma chance pra vocês dois! Vale mandar flores e tudo mais…
      Boa sorte,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 30 de Julho de 2015 | Responder

      • EU ESTOU SIM DISPOSTO A MUDAR SIM MAS VC ACHA QUE AINDA POSSO TER ALGMA CHANCE COM ELA DE VOLTAR?

        Gostar

        Comentar por valdo | 30 de Julho de 2015

  15. Olá, gostaria de dividir minha história com vocês.
    Morava com o Pai da minha filha a quase 5 anos, e em janeiro agora nos separamos. Nossa filha tem quase 4 anos e meio. A questão que me deixa aflita é que ele quer voltar, porém ele ficou com algumas pessoas durante esses meses, e por tudo que passamos, eu tenho e não tenho vontade de voltar com ele. Não acho que ele tenha mudado, e meu medo é sofrer novamente. Mas também entra que depois que fiquei sabendo das outras mulheres, fico com um pouco até de nojo de voltar com ele. Sem contar também, acredito que tenho um sentimento de posse em relação à ele, por ter ficado com outras. O que eu mais queria é parar de ter esse sentimento, porque acredito ser o unico que me impede de (libertar ele de mim), esquecê-lo completamente. Pode me ajudar?

    Gostar

    Comentar por Marcella | 18 de Agosto de 2015 | Responder

    • Você está sofrendo um conflito. Que tal dar um voto de confiança? Que tal vocês sentarem e entrarem em acordo. Não fique com nojo, afinal, como diz o dito popular: “lavou, ta novo”. Se você está preocupada com a sua saúde, exija alguns exames. A posse é um sentimento que adoece a relação,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 18 de Setembro de 2015 | Responder

      • kkk lavou ta novo…

        Gostar

        Comentar por naldi | 20 de Setembro de 2015

  16. Eu choro todos os dias… É tão triste, eu fico querendo de todas as formas e sonhando em encontrá-lo novamente, até parece que ele iria querer algo comigo… Mas eu só sei sofrer, não aguento mais isso. Queria conhecer outra pessoa, sei lá, mas é difícil porque eu quase nunca saio de casa e não tenho muitos amigos (pessoas próximas). Eu fico sofrendo calada e triste em casa, nem sei mais o que fazer. Mas eu não liguei para ele, não tenho mais nenhum contato com ele, nem facebook nem telefone. Estou disposta a esquece-lo de qualquer forma.
    Eu estou mal agora, triste, chorei muito, mas não procurei ele. Faz cerca de 3 meses que não o vejo ou falo com ele. Isso dói tanto… Mas eu não vou procurar, por mais que eu queira, chore e sofra. NÃO VOU!
    Ele nem deve mais pensar em mim, vai ver ele até tem outra… Ele não gosta de mim, eu não vou atrás dele.

    Gostar

    Comentar por Simony Souza | 6 de Setembro de 2015 | Responder

    • Mas que tal ir atrás de outro? Que tal canalizar está energia para outra pessoa possível ao invés de ficar se esforçando em não procurá-lo?
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 8 de Setembro de 2015 | Responder

  17. Com certeza!
    A psicologia me ajudou muito a passar por essa fase com exatamente o que está escrito aí
    Novas situações, pessoas, afazeres, focar em outro alvo, manter a mente ocupada com outras coisas, mas principalmente os livros e exercicios fisicos forma o que mais me ajudou
    E conforme ia evoluindo, as coisas iam se agregando e um novo momento aconteceu
    #amopsicologia

    Gostar

    Comentar por Ademir | 18 de Setembro de 2015 | Responder

  18. Doutora, realmente estou encantado com seu trabalho na net, fiz uma pergunta por e mail e respondeu, agora vejo respostas no blog, parabéns.

    Gostar

    Comentar por naldi | 20 de Setembro de 2015 | Responder

  19. Acredito que a minha dor da separação e da perda da familia está passando mais, como dizia minha avó, só o tempo resolve e cura, ou ameniza neh! eu sofri demasiadamente a separação, mas suas respostas e de outros profissionais tambem me ajudaram muito, tomo medicamento para amenizar e está me ajudando muito, cheguei na seguinte conclusão: se ela não quer mais após duas décadas juntos vou refazer minha vida. Nem digo procurando outra companhia nada, vou voltar ao trabalho pois havia abandonado, vou procurar meus amigos que me afastei e vou dar as caras nas midias sociais pois havia deletado tudo. Um luto de 2anos e chega.Obg doutora….continuo seguindo firme e forte seus comentários, isso alimenta a alma. Pra quem quase beijou o fundo do poço. Voltei a caminhar duas horas diarias e agora meu objetivo é retornar ao trabalho.
    UMA AMIGA ME DISSE> SEU CASAMENTO DUROU O QUE TINHA QUE DURAR. isso ai.

    Gostar

    Comentar por naldi | 20 de Setembro de 2015 | Responder

  20. Olá, boa noite

    Eu estou passando por um período de muita dor e sofrimento amoroso. Eu namorava um amigo de infância por dois anos. Conheço ele desde que nasci, estudamos no mesmo colégio, moramos perto. Crescemos juntos. Com 17 anos começamos a namorar e ficamos juntos por 3 anos. Depois de 1 ano de namoro, ele começou a ficar frio comigo, não queria mais sair nem fazia mais surpresas para mim. Eu sempre reclamava isso cm ele. E ele dizia que iria ser mais atencioso. Porém nunca mudou. Então a dois meses atrás ele decidiu terminar comigo, dizendo que não dava mais. Eu ainda o amo muito. Tentei voltar muitas vezes, sempre vou atrás dele, e ele não quer nada comigo. Está muito diferente. Ele mudou. Eu até estou me envolvendo com outra pessoa, mas não consigo esquecer ele nem tirar ele da cabeça. Ele é o amor da minha vida. Estou com uma dor muito grande que não passa. Queria o seu conselho

    Gostar

    Comentar por Carolina | 13 de Outubro de 2015 | Responder

    • O tempo das pessoas é diferente. Nós vivemos em alguns tempos simultaneos: o tempo cronologico, o tempo existencial, o tempo emocional, o tempo psiquico, fisico, organico, visceral, entre outros. Tudo nesta vida tem começo, meio e fim. A começar pela nossa propria existencia. O grande começo é o nascimento, o grande meio é o tempo de vida, e o grande final é a morte. Dentro deste grande começo, meio e fim, a vida é permeada de constantes começos, meios e fins. Parece que o namoro de vocês acabou antes dentro dele do que dentro de você e isto te faz sofrer porque ele acabou e você está no ainda. Então você precisa lidar com o não por parte dele, e também com o sentimento de rejeição, de exclusão porque se sente excluida da nova relação dele com outra menina, e também com a dor do abandono. Isto dói muito na gente, e todos nós passamos esta dor em varias situações e varios momentos na vida. Você se libertará destes sentimentos tristes quando puder aceitar e brir a mente e as emoções para a ideia que isto acabou. Esta fonte secou (ele) e você precisa ir em busca de outras fontes para saciar sua sede de afeto.
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 25 de Outubro de 2015 | Responder

  21. Olá Léa, bom dia!
    Eu não sei nem por onde começar… me sinto perdida e desesperada. Meu nome é Valentina, tenho 28 anos… estou a 10 anos num relacionamento, e acabei me envolvendo com uma pessoa fora do meu casamento. Me sinto envergonhada em dizer isso, mas aconteceu. Estou nesse envolvimento a quase dois anos… e sinto que ele não quer mais, porém não consigo me desapegar… eu estou sofrendo, pois só penso nisso… ao me deitar e me levantar. Eu nunca lidei bem com a rejeição, e me sinto extramente envergonhada por ter me apaixonado e me envolvido com essa pessoa e ainda continuar com o meu casamento. Por favor me ajude, não ser mais o que fazer.

    Gostar

    Comentar por Valentina | 27 de Outubro de 2015 | Responder

    • Não se sinta envergonhada, provavelmente o seu casamento estava morno, sem graça, e já não era mais um casamento. Se tratava apenas de duas pessoas morando de baixo do mesmo teto. Você sentia falta de paixão, relação, companheirismo e quando encontrou, ficou obsecado por este homem. E aí está o problema, quando a gente fica obsecado, a gente não desenvolve uma relação saudável, a gente tem uma relação adoecida. A obsessão faz a gente não transitar por todas as áreas da vida de forma equilibrada, a gente canaliza todas as nossas energias numa só pessoa e começa a cobrar demais, pressionar, exigir e sufocar. Nos tornamos menos ricos de interesses e alimentos psicológicos e por isso também o outro é nós mesmos perdemos o interesse em nós.
      Agora que ele te deixou, procure outras fontes de alimento emocional e psicológico, torne-se companheira de si mesma e comece a ter relacionamentos mais saudáveis e satisfatórios,
      Um forte abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 30 de Outubro de 2015 | Responder

  22. Aprendi que só fé em Deus e pedindo para que guie nossos passos que possamos seguir adiante, com a ex pessoa amada ou com outra, isso é o tempo de Deus que decidi! Sem fraquejar na fé, Pq Ele tem alguém reservado pra nós ! Não adianta pedir pra esquecer porque por que não apagamos nada da memória, mas podemos pedir pra Deus ao menos amenizar essa dor que muitos sentem !

    Gostar

    Comentar por Jaynna Dias | 12 de Novembro de 2015 | Responder

  23. Bom dia. Meu namorado se separou de mim depois de um ano juntos. Talvez o tempo fosse pouco mas foi necessário pra eu construir um laço de amor. Eu tentei de tudo. Fiz analises do que eu poderia ter cometido como erro, apontei atitudes que desgastam um relacionamento e procurei a melhor maneira para que pudéssemos acertar certos pontos. Ele disse que não. Que preferiria estar só, e que os desgastes no nosso relacionamento fariam o amor dele esfriar por mim. Disse que sente preguiça de mudar e tentar. Eu disse que a preguiça dele e falta de vontade de lutar por uma coisa que pra ele não vale tanto a pena. A questão e que existe amor, sexo e cumplicidade para dar certo (pelo menos eu acho). Sei que o amo demais, amo muito. Acordo, por vezes, assustado pensando que meu dia começará com uma resposta dele, diferente. Tento me valorizar, me amar acima de tudo, mas não consigo esquecê-lo. Fico pensando no que ele possa estar fazendo e criando vários erros de cognição. Só o tempo pode me ajudar?

    Gostar

    Comentar por mauricio | 5 de Janeiro de 2016 | Responder

    • O tempo e você mesmo podem te ajudar. Em primeiro lugar quem disse que o namoro acabou porque você fez algo errado? Você já pensou que o namoro acabou porque ele te idealizou e você não é a ideia dele? você já pensou que ele não consegue manter e cuidar de uma relação afetiva por muito tempo? Você já pensou que ele é uma pessoa mais ligada na conquista do que no relacionamento? Além disso, quanto a você, vale a pena pensar se você ficou obsecado por ele e acabou sufocando? Será que ele se tornou o foco único e principal de sua vida e então você deixou de transitar nas várias possibilidades de ser. Isto te torna uma pessoa menos interessante porque voc~e deixa de se enriquecer com as diversas áreas da vida. Pense nisso, só não se culpe porque até hoje você foi o que podia ser, não é justo se culpar por não ter sido diferente. Aprenda com esta experiencia e seja feliz nos proximos relacionamentos,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 12 de Janeiro de 2016 | Responder

  24. Boa Tarde!Tenho 25 anos, sou casada a 3 anos e não tenho filhos. Desde 12 anos eu sinto atrações por mulheres, meu primeiro relacionamento foi com uma menina durou 3 anos entre trancos e barrancos, pois eh aquela mesma história de sempre quando os pais descobrem, então houve um tempo que tivemos que ficar afastadas, mais isso ainda não nos impedia de nada. Resumindo acabou que ela terminou tudo e começou a namorar um garoto, confesso que foram os piores anos da minha vida, por ser muito apaixonada nunca desistia dela sempre mendigava o seu amor a sua atenção, ficamos mais algumas vezes mais nunca via um futuro certo para nós. Com 19 anos ela encontrou um cara legal e eu tbm sempre tentamos seguir as nossas vidas com outras pessoas mais nunca nos distanciavamos pq era impossível um dia encontrar um amor assim. A maior objeção em nossas vidas foi a religião somos evangelicas e bem como sabem as igrejas são contra qualquer tipo de relacionamento homoafetivo, ela sempre colocou a tradição da família em primeiro lugar e as vontades da mãe dela, agora ela tbm eh casada e não nos falamos mais pq o marido dela pegou algumas msg no celular e mandou ela embora de casa a dois anos atrás eles estão juntos e ela não quer mais falar comigo, eu sei que a amo mais q tudo na vida foram 13 anos de um amor incondicional eu não quero outra pessoa eu sempre a quis mais q tudo, sinto q nunca mais serei feliz, sem ela na minha vida nada faz sentido, a minha loucura por ela já me fez pensar em suicidio pois eh uma dor sem fim. As vezes acho q o meu caso não tem solução, pois o meu marido eh um amor comigo tenho todas as coisas que qualquer um gostaria de ter dinheiro, carros, casas, viagens e a beleza mais nada disso me faz sentir feliz, muitas mulheres tbm flertam comigo, mais eu travo e no fim acabo chorando querendo aquela pessoa que eu não posso ter. Me ajudem please.

    Gostar

    Comentar por Bruna Castro | 15 de Janeiro de 2016 | Responder

    • Você tem direito a sua privacidade. Você não precisa abrir para todos e assumir uma postura que pode te expor, a menos que você já pensou e refletiu sobre isso e agora está convicta e segura sobre esta possibilidade.
      Quanto ao seu amor, parece que você está obcecada por el? Quando um não quer… Agora é hora de você investir suas energias em coisas possíveis e procurar esquecê-la.
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 29 de Fevereiro de 2016 | Responder

  25. Fiquei por vários minutos lendo a história de cada uma. Porque a mulher sofre tanto?
    Vou compartilhar minha história com vocês.

    – Quando tínhamos cerca de 9 anos nos conhecemos na igreja,aquilo se tornou uma bela amizade. Ele é 2 anos mais velho, quando completei 13 anos ele se declarou pra mim dizendo que me amava e queria namorar comigo.Achei bizarro pois era tão novinha,brincava de boneca ainda.
    O tempo passou e fomos amadurecendo e ele nunca desistiu, mandava carta, ia na minha casa todos os dias,pedia pra mim ligar, se declarava, e eu? Fiz o papel da pessoa mais idiota que poderia existir, simplesmente não queria nada,queria estudar,meu foco era estudar,mas eu já tinha 17 anos, porque não tentei? Hoje pode ser que estaríamos até casados.
    Eu com meus 17 anos e ele com seus 19 anos, quando descobri que estava namorando. Naquele momento senti minhas pernas bambas,meu coração acelerado, mãos molhadas e uma tristeza invadiu o meu ser.
    Passou um filme em minha mente,e agora? o que vou fazer? não posso perder esse homem! Descobri ali o quanto o amava incondicionalmente.
    Fui atras dele,chorei, onde ficamos,parecia que tudo era a nosso favor,os problemas sumiram.Mas ainda era impossível, fui embora e não conseguimos ficar juntos. O tempo passou e nunca nos esquecemos, ele me ligava,ficavamos nos falando todo dia, eu dizia que em breve iria voltar.
    Nesse intervalor já fazia quase 3 anos de namoro deles. Quando ele tentou largar ela tentou se matar, sumia, foi tempos de muito sofrimento.Então combinamos, ele dizia: Ela é da minha sala do curso é dificil, em Julho terminamos,então não vou seguir nesse relacionamento mais,vamos ficar juntos,eu amo você.
    Voltei pra minha cidade com meus pais,quando nos vimos ,esquecemos de todos,do mundo( sei que é errado,mas não conseguia nem lembrar que ele ainda era comprometido), nós planejamos, demos nomes aos nossos filhos e tudo mais. Esperei ele durante 1 ano,o tempo de tudo resolver entre eles.Faltando 1 mês para o término do curso, onde eu não aguentava de tanta alegria ele sumiu,parou de falar comigo, não entendia,pensava deve estar complicado,chamei ele pra conversar porque apareceu várias conversas onde me abalou, conversamos e ele não conseguia se explicar, porque tudo doía em mim, então demos aquele basta de sofrimento, um basta da boca pra fora,um basta momentâneo, um basta dizendo fica.
    Passando se algum tempo o telefone liga em um domingo, uma “amiga” dizendo,você já sabe da novidade? não, o que?
    Os …….. noivaram. Naquele momento vi meu mundo desabar,não conseguia raciocinar a não ser chorar,chorar tudo que estava engasgado em mim. Não conseguia trabalhar,faltei 2,não podia contar com ninguém, enfim se estou de pé foi porque Deus me sustentou.
    No dia seguinte ele me pediu perdão por tudo dizendo que nunca me esqueçeu mas que era impossível,deixou uma música pra ser lembrada sempre .. (Convite de casamento, Gian e Giovany).
    Hoje faz 1 anos que não nos falamos,mas parece ontem, lembro do teu cheiro, sorriso,voz em detalhes.Lembro do teu abraço e do teu beijo como o melhor do mundo. Mas não posso mais te-lo.
    Ah, semana passado nos vimos na igreja bem de longe depois de um ano,onde ele parou e me olhou e eu ele. Mas infeizmente o destino foi cruel. Sei que não esta feliz no seu relacionamento,mas quer me esquecer,assim como não consigo caminhar com ninguém,sem pensar o porque não deu certo? o porque nós tínhamos q ser tão infelizes em um sentimento tão puro e verdadeiro como o nosso.

    Assim eu sigo sem a certeza de um ser feliz com alguém da maneira que fui com ele em tão pouco tempo.

    Gostar

    Comentar por Hellen | 7 de Março de 2016 | Responder

  26. oi meu nome e laura eu quero contar tambem do meu sofrimento eu conheci um rapaz da argélia e no começo eu não importava com ele
    mais todo dia ele me chamava para conversar os dias foi passando e ele conquistou meu coração foi um longo relacionamento
    conheci ele em novembro de 2012 ai todos os dias nos conversava ele queria ver para me conhecer mais não conseguia visto para o brasil
    quando foi em 2014 ele conseguiu o visto para a copa do mundo veio encontramos ele ficou 4 meses na minha casa
    o visto venceu ele voltou para argelia isso ja foi um sofrimento pra mim chorei muito
    e ele sentia saudade e me pediu para ir até a argélia em dezembro de 2014 eu tammbem fui para argelia e conheci toda sua familia gostei muito do país da familia
    e ele lutando pelo um visto novamente não conseguiu até que eu resolvi ir para argélia novamente e agora em maio fui novamente
    foi muito bom ficamos feliz todos os dias que estavamos juntos
    quando voltel quando cheguei no aeroporto da alemanha que abri meu facebook tinha uma mensagem dele me dizendo adeus para sempre
    aquela pequena mensagem fez que tudo desabasse sobre mim chorei minha viagem inteira
    quando cheguei na minha casa não tinha nenhuma mensagem dele nem se quer perguntando como voce chegou de viagem
    então eu estou sofrendo muito
    parece que minha vida perdeu o sentido de tudo
    não tenho vontade de viver
    a minha pergunta é sera que um dia isso vai passar?
    porque o sofriento e muito grande
    ele não atende minha ligação
    ele me bloqueou em todos os site de relacionamento
    nunca me respondeu uma mensagem
    então isso dói muito machuca mesmo que enfiasse uma faca no meu coração
    bom essa e minha historia espero que alguem me ajuda

    Gostar

    Comentar por laura | 26 de Julho de 2016 | Responder

    • Está na hora de aceitar este termino!
      Aceitar é um movimento interno, é uma abertura de si para a realidade atual. É deixar caber dentro de você algo diferente, é compreender que aquele amor que você viveu ficou no passado e faz parte de sua historia e por isto você deve se libertar para viver novos amores,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 13 de Agosto de 2016 | Responder

  27. olá

    Gostar

    Comentar por Vanessa | 14 de Agosto de 2016 | Responder

    • Olá…

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 11 de Setembro de 2016 | Responder

  28. Olá, boa noite.
    Vou contar um pouco da minha história, tenho 21 anos e recentemente levei um fora de minha ex.
    Tudo começou há 4 anos eu a conheci pelo Facebook e conversamos bastante até um dia agente saiu juntos mais não ficamos, depois desse dia começamos a sair bastante até um dia agente se beijar, foi maravilhoso eu estava apaixonado. Foi então que conversamos sobre relacionamento e depois de 4 meses pedi ela em namoro, e ela aceitou, nessa época ainda moravamos com nossos pais, até um dia agente se relacionou sexualmente, nós eramos virgem e a partir daí não paramos mais, um dia ela engravidou e assumi nosso filho, foi então que comecei a ter muitos problemas com minha familia o que ocasionou eu sair de casa e ir morar com ela na casa da minha ex sogra, nesse momento eu comecei a mudar muito, eu não era mais aquele moleque que ficava saindo direto com os amigos, eu comecei a me dedicar a ela e nosso filho, estudei e mudei para um emprego melhor. Há 1 ano atrás decidir ir morar de aluguel com ela, ela concordou e juntei dinheiro e saimos, eu sempre fiz tudo por ela, o que ela precisava eu dava, sinceramente eu dava meu tudo por ela, nosso filho nasceu e foi uma felicidade muito grande para mim eu estava feliz com nossa familia, um dia ela saiu com a prima de noite e eu fiquei com nosso filho, mais ela voltou 5 horas da manhã e não atendia o celular, fiquei muito nervoso e quando ela chegou terminei nosso relacionamento ( já eramos noivo), de noite eu me arrependi e pedi desculpas, pedi pra voltar e para minha surpresa ela disse não, parecia que o céu caiu sobre mim, então comecei a chorar e pedia por favor que eu estava nervoso, e ela nem ligava, disse que não me amava mais desde que estava grávida e estava empurrando com a barriga, mais eu nunca percebi isso, ela disse que eu sempre fui uma pessoa fria e as vezes ela se assustava com tal frieza, eu pedia uma segunda chance e falei que ia mudar, ela aceitou mais disse que não ia adiantar.
    Eu comecei a dar meu melhor em tudo, fazia as tarefas de casa, fazia comida, olhava nosso filho e ela ficava só no celular ( eu cheguei a dar um celular muito caro pra ela, que ela sempre queria), um dia a peguei excluindo mensagens do whatsapp com outras pessoas, e quando falei ela ficou furiosa e terminou o relacionamento, fui morar com minha mãe e passou 1 semana ela pediu pra voltar, pediu desculpas e disse pra gente tentar novamente, e eu fui, fiquri muito feliz com a atitude dela porque era muito raro ela se deculpar ( ela é muito orgulhoso), nesse periodo brigavamos muito pelo fato de ela ficar o dia todo no celular inclusive de madrugada, um dia eu cheguei do trabalho e ela não estava lá, eu chamei ela no whatsapp e ela disse que estava na casa da mãe, e disse adeus, eu falei para ela parar de besteira e voltar, mais ela disse que nao gostava mais de mim e não era justo ficar com alguém que nao ama mais, eu não insistir pois já havia isistindo muito a ponto de me humilhar, combinamos como eu ia ver nosso filho e deixei.
    Nos primeiros dias eu ligava muito pra ela, mandava mensagem dizendo pra ela voltar, para agente conversar e ela sempre negava.
    Recentemente parei de falar com ela (terminamos há 2 meses) e comecei a postar fotos no face, e conversar com outras pessoas (eu nao fazia isso quando estava com ela, pelo fato de que eu não queria que ela sentisse ciúmes de mim e gerasse uma briga) entao ela me exclui do facebook dizendo que estava com ciúmes de que muitas pessoas se aproximaram de mim agora que estavamos separados, e ela me chama agora pedindo desculpas, falando que sente minha falta, e nao queria que eu ficasse com outra pessoa, eu perguntei se ela queria voltar e ela respondeu que sim, mais tem uma barreira muito grande que faz ela desistir.
    Sinceramente eu não entendo ela, ela parece estar curtindo a vida e eu me foquei no meu filho e nos meus estudos e trabalho, eu a amo e quero sim voltar com ela, mais eu não confio mais nela, eu vejo que pode acontecer tudo de novo e eu sofrer, a cada dia que passa me acostumo com a ausência dela, eu me sinto confuso, me ajude, as vezes sinto muita falta dela, do que passamos, mais sempre me vem na cabeça aquele momento que ela diz “Eu não te amo mais” aí eu desisto.

    Gostar

    Comentar por MARCOS | 17 de Setembro de 2016 | Responder

    • Você esta confuso, quer ela, mas não nessas condições. Está claro pra você que quando ela esta bem, ela não te valoriza, e quando esta mal, ela te procura. Ela usa você como bengala pros momentos de desamparo. Ela te oferece migalhas e você precisa ser amado e valorizado como ser humano. Diga isto para ela e ofereça uma última chance.
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 2 de Novembro de 2016 | Responder

  29. Boa noite, meu nome é Vitor ha 16 anos conheci o grande amor da minha vida qndo fazia os a 6¤ série, namoramos durante um ano e depois depois terminamos o namoro e passamos 3 anos sem contato, passado esses 3 longos anos, reatamos o namoro e lutamos muito um pelo outro, idealizamos nosso futuro e tínhamos tantos planos, vivíamos em função desse amor. Infelizmente terminamos o namoro ha 6 anos e minha vida parou no tempo.
    Tenho minha família e ela a dela, mais todos os dias penso e choro por ela, sinto algo tão forte e profundo por ela apesar de todo esse tempo separados.
    Me ajude não consigo esquece-la.

    Gostar

    Comentar por Vitor | 5 de Outubro de 2016 | Responder

    • Pode ser que você esta idealizando ela! Pode ser que tudo o que você imagina dela é produto de suas ideias. Você ja tentou conversar com ela? Será que o que você sente por ela é reciproco?
      Você precisa lutar por ela ou desistir e tentar viver da melhor forma possível com sua esposa. A pior coisa é ficar em vima do muro!
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 4 de Novembro de 2016 | Responder

  30. Espero que possam ver minha historia mas sei que não vou poder ver minha respostas pq depois que fechar essa pagina não mais vou encontrar-la,mas se poder enviar a resposta pra o meu email vou ficar muito agradecida pois preciso de uma solução.
    Bom nos meus 16 aos,minha mãe pediu para que eu fosse a venda comprar linha,no momento em que eu saia as moedas caíram das minhas mãos,então quando eu me abaixei pra apanha-las que levantei o rosto vi que ao longe na esquina do outro quarterão estava um rapaz com seus 18 anos em pé me olhando,ele fazia uma calçada com seu pai na ksa da vinha,bom conforme os dias iam passando nós já estávamos amigos participávamos do coral da igreja nos torneios de futebol que ele fazia parte eu estava sempre presente ,participávamos das novenas dias de semanas,afinal eu era secretaria da sua mãe sempre que tinha festas estávamos nos e os amigos ,um dia ele me chamou pra dançar ,nossa fiquei tão emocionada que do lugar não saia,meu pai fazia festas em nossa casa sempre que ele ia só ficava me olhando de longe nunca se chegava,certa noite quando fomos pra igreja ele tocando seu violão cantava umas canções tipo só você ,mil e uma noite do Fabio Junior sentia que ele cantava pra mim já que só olhava pra mim,o tempo foi e eu me apaixonando cada dia,e um certo dia sem mais pra que ele se afastou de mim e começou me ignorar,não chegamos a namorar ,acho que devido uma conversa que vi ele tendo com minha mãe dez anos depois minha mãe disse que ele havia ido pedir pra namorar comigo ai que ódio ela não deixou, então ele logo apareceu com uma garota a mais metida do bairro não fazia parte das rodas de amigos meu coração se partiu,e no ano seguinte meu pai teve a triste ideia de ir embora pro Recife,na hora assim sem se despedir de ninguém,fui chorando triste infeliz meu mundo acabou,numa chuva de granizo enorme,em 89 eu estava tentando me acostumar com a ideia de ter que esquecer de vez dele me chega uma carta avisando do casamento dele até hj tenho duvidas de quem mandou essa maldita carta,nem ao menos eu podia estar lá,os anos se passaram eu me casei tive duas filhas,estou casada a quase 25 anos não esqueci o cara não consigo esquecer não consigo deixa-lo ir.e na era dos orkut reencontrei todos meus amigos de infância inclusive ele.todos me adicionaram menos ele e sua família a mulher dele esteve sempre fazendo fofoquinhas ao meu respeito nem me conhece pra melhor dizer.andei fazendo um fake para poder me aproximar dele e através dessa pessoa no final eu ia confessar que era eu,que o motivo de fazer isso foi pra que ele visse que ainda sou aquela menina legal que era amiga dele,ele descobriu sozinho eu vacilei ele então não bloqueou mas não quer mais papo,eu mesma sou bloqueada na pagina dele andei mandando umas mensagem eu penso que foi a mulher dele que fz isso, bom hj fiz o esforço pra voltar ano passado visitar a cidade pra ver como estava depois de trinta anos,der repente encontrei ele no mercado quando ele me viu ficou super nervoso e vi que ele puxava assunto com a moça do balcão da padaria e se abraçava com balcão tipico de pessoas que ficam nervosas eu dei um jeito de me esbarrar com ele e esbarramos de frente eu falei boa tarde seu luiz ele respondeu boa tarde e sempre correndo nem bala pegava,e esse ano em julho vim morar de vez aqui na cidade estou aqui quase seis meses e ainda não nos encontramos quer dizer não vi ele ,queria muito conversar com ele esse assunto esta inacabável sofrendo pq ele não quer nem ser amigo nem o vejo .não consigo esquecer eu tenho orado pedindo ao senhor que me tire esse homem da cabeça,queria encontra uma formula de fazer ele vim ate a mim e conversarmos as vezes eu penso que ele tem medo de mim.ai me perguntam ue e o teu marido vai bem obrigada,como eu já disse eu não quero trair ninguém eu necessito que ele converse comigo estou enlouquecendo e ai o que faço .só não peça pra mim esquece-lo pq não consigo.obriga e desculpa ae minhas loucuras.as vezes penso será que ainda viveremos o nosso amor.mas ai e ser louca demais ne.

    Gostar

    Comentar por izabel cristina | 1 de Novembro de 2016 | Responder

    • Você está vivendo um delírio, você o idealizou e vive a ideia que tem deste homem. Vive e sofre num mundo de fantasias. Trinta anos se passaram, aquele garoto já nem existe mais, ele mudou muito, e você ficou paralizada no tempo. Se você quer viver a sua vida de forma útil e produtiva, esforça-se para isto!
      Envolva-Se com o que tem, com o que é seu, invista em seu filho e o seu marido, a sua vida e o seu desenvolvimento e chega de perder tempo e energia com isto que não leva a nada,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 14 de Novembro de 2016 | Responder

  31. Minha estória não é boa, mas sincera. Há 2 anos estava casado. Meu casamento durou 8 meses. Em abril de 2015, conheci uma colega de trabalho e enlouqueci. Em 7 dias acabei com o meu casamento, por whatsapp. Sequer conversei direito com a minha ex. Apenas disse que não gostava mais e que ela fosse embora. Quando ela chegou em casa já foi pegando as coisas dela. Saiu de casa de táxi. Sequer permiti que ela levasse os móveis e eletrodomésticos que tinha comprado. Passei a conviver com a nova namorada, mas comecei a sentir remorso pela forma como acabei com a a minha ex-esposa. Tentei voltar, mas ela não quis. Então, prossegui com a minha namorada. A minha namorada tinha dois filhos e nos dávamos muito bem na cama. Entretanto, não sei o que aconteceu, mas comecei a ter atitude de cafajeste com ela. Terminava e voltava várias vezes, praticamente toda semana. Tratava ela como objeto sexual e objeto de estante. Depois que transava, passava dias sem ligar. Quando batia vontade, voltava a ligar. Flertava com colegas de trabalho dela. Não dava atenção, despresava, por vezes era grosseiro com ela. Era grosseiro com palavras, estúpido, xingava ela quando estava nervoso. Não fazia nenhuma questão de me aproximar dos filhos ou da mãe dela. Me comportava com ela de forma extremamente egocêntrica. Tivemos brigas públicas no trabalho. No início de 2016, pedi ela em noivado, um mês depois terminei de novo. Continuamos a nos encontrar. Até que em agosto de 2016, depois de outro encontro nosso e novamente minha sumida, ela conheceu outra pessoa. Quando a procurei em setembro ela me contou. Não dei importância e fiquei no pé dela, ligando, passando zap, sms praticamente todos os dias. Ela nunca respondia, ,as chegamos a brigar em púbico nas redes sociais. A ficha só caiu em dezembro quando me dei conta que ela realmente estava com alguém. Tive uma crise de consciência, comecei a refletir como o meu comportamento estava me destruindo e me sabotando e como eu estava me deixando levar pelo egocentrismo e sem saber tratar bem uma mulher, me comportando como cafajeste, pois tudo fui culpa minha. Entrei em desespero, quase em depressão e até hoje continuo a pensar nela, como ela tinha valor pra mim, como ela era a mulher para eu ser feliz. Não entendo meu comportamento. Quando estava com ela, só via defeitos e a tratava como um objeto. Depois que terminei e ela arrumou outro, só vejo as qualidades dela, lembro dos poucos bons momentos que tínhamos, sinto culpa, remorso e uma sensação de fracasso, de não ter conseguido fazer ela feliz. Percebo que isto aconteceu também em outros relacionamentos meus. Por que isto acontece comigo? Será que tenho transtorno de personalidade?

    Gostar

    Comentar por Paulo | 26 de Janeiro de 2017 | Responder

    • Você se deixou levar pelo ego. É muito tentador sermos escravos do nosso ego. Quando nosso ego está em jogo, somos capazes de destruir as outras pessoas. Quando você perdeu a sua namorada, só neste momento, você conseguiu dar valor a ela. Nós só conseguimos valorizar algo quando o perdemos.
      Você se relacionava com as pessoas numa relação funcional, não numa relação pessoal. Somente quando sentiu a dor do abandono, você conseguiu compreender a dor que causava nos outros.
      Ser humano preciso ser tratado com consideração, tem sentimentos e sofre. Agora você percebe isso em si mesmo.
      A partir de hoje cuide da maneira como fala e como trata as outras pessoas. Quando a gente faz mal para o outro, também faz mal para a gente mesmo. Toda ação que a gente faz para fora, faz para dentro também, é bilateral.
      Parece que você aprendeu com a experiência, e agora pode reparar a dor que causou,
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 9 de Fevereiro de 2017 | Responder

  32. Boa tarde. Minha estória não é boa, mas sincera e sinto que preciso de ajuda. Me chamo Paulo, tenho 42 anos.

    Há 2 anos estava casado. Meu casamento durou 8 meses. Em abril de 2015, conheci uma colega de trabalho e enlouqueci. Em 7 dias acabei com o meu casamento, por whatsapp. Sequer conversei direito com a minha ex. Apenas disse que não gostava mais e que ela fosse embora. Quando ela chegou em casa já foi pegando as coisas dela. Saiu de casa de táxi. Sequer permiti que ela levasse os móveis e eletrodomésticos que tinha comprado.

    Passei a conviver com a nova namorada, mas comecei a sentir remorso pela forma como acabei com a a minha ex-esposa. Tentei voltar, mas ela não quis. Então, prossegui com a minha namorada. A minha namorada tinha dois filhos e nos dávamos muito bem na cama. Entretanto, não sei o que aconteceu, mas comecei a ficar inseguro quanto à conseguir suportar uma relação com filhos, comecei a ter atitude de cafajeste com ela. Terminava e voltava várias vezes, praticamente toda semana. Tratava ela como objeto sexual e objeto de estante. Depois que transava, passava dias sem ligar. Quando batia vontade, voltava a ligar. Flertava com colegas de trabalho dela. Não dava atenção, desprezava, por vezes era grosseiro com ela. Era grosseiro com palavras, estúpido, xingava ela quando estava nervoso. Não fazia nenhuma questão de me aproximar dos filhos ou da mãe dela. Não apontava para um relacionamento sério com ela. Nunca fui gentil, carinhoso com palavras, apenas algumas vezes. Me comportava com ela de forma extremamente egocêntrica. Tivemos brigas públicas no trabalho. No início de 2016, pedi ela em noivado, um mês depois terminei de novo.

    Continuamos a nos encontrar. Até que em agosto de 2016, depois de outro encontro nosso e novamente minha sumida, ela conheceu outra pessoa. Quando a procurei em setembro ela me contou. Não dei importância, mas fiquei no pé dela, ligando, passando zap, sms praticamente todos os dias. Ela nunca respondia, chegamos a brigar em púbico, com desaforos, nas redes sociais.

    A minha ficha só caiu em dezembro quando me dei conta que ela realmente estava com alguém. Fiquei muito abalado.Tive uma crise de consciência, comecei a refletir como o meu comportamento estava me destruindo e me sabotando e como eu estava me deixando levar pelo egocentrismo e sem saber tratar bem uma mulher, me comportando como cafajeste, pois tudo fui culpa minha.

    Entrei em desespero, quase em depressão e até hoje continuo a pensar nela, como ela tinha valor pra mim, como ela era a mulher para eu ser feliz. Não entendo meu comportamento. Quando estava com ela, só via defeitos e a tratava como um objeto. Depois que terminei e ela arrumou outro, só vejo as qualidades dela, lembro dos poucos bons momentos que tínhamos, sinto culpa, remorso e uma sensação de fracasso, de não ter conseguido fazer ela feliz. Percebo que isto aconteceu também em outros relacionamentos meus.

    Hoje estou só, sem amigos, com a imagem desgastada no trabalho. Me sinto perdido.

    Queria muito me tratar. Sei que agi de forma muito errada, temerária e imatura. No meu trabalho esta estória circulou pra Deus e o mundo e praticamente estou “queimado” entre as mulheres ali.

    Já estou com uma psicóloga a um ano. Mas a sensação de dor e fracasso e medo de ficar só não arrefece.

    Como faço para recomeçar e ter uma vida saudável?

    Gostar

    Comentar por Paulo | 28 de Janeiro de 2017 | Responder

    • Aquele homem que desconsiderava o outro não existe mais. Hoje você aprendeu com a experiência e se tornou um novo homem, mais humano e cuidadoso com o semelhante.
      Não se culpe e nem se corroa de remorso, isto não é justo com você, porque quando agia daquela forma você era outro. Hoje está mudado. Que tal escrever para a sua ex esposa uma carta pedindo perdão pela forma desumana que agiu com ela?
      E outra para a mulher que você ama.
      Elas poderão ler, reler e refletir. Você deixará registrado o seu pedido de desculpas e isso pode fazer bem para todos.
      O ser humano é mutante, está em continua transformação e você mudou, não é mais o mesmo. Desfrute do novo homem que você se tornou e deixe de sofrer e se martirizar por aquele que habitava em você e já morreu. Deixe a sua energia fluir e não ficar represada naquele homem egocêntrico que não existe mais,
      Felicidades,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 9 de Fevereiro de 2017 | Responder

      • Léa,

        Muito obrigado. Suas palavras ajudaram.

        Abraços,

        Gostar

        Comentar por minha bandeira brasileira | 23 de Fevereiro de 2017

      • Que bom!
        Fico feliz!

        Gostar

        Comentar por leamichaan | 19 de Março de 2017

  33. Olá, tenho 21 anos e me apaixonei por uma pessoa que no início era perfeita pra mim. Me dava carinho, atenção e me amava depois de um ano e meio terminamos mas continuamos a nós ver por mais um ano e meio, recentemente descobri que ele está com outra e eu estou muito mal, não sei como seguir sem ele e o que mais me dói é que ele seguiu a vida dele sem mim e a sensação que eu tenho é que eu fiquei parada no tempo alimentando esperanças de algo que nunca mais ia voltar. Resumindo ele acabou com os meus sonhos, sinto um vazio imenso. Como faço pra sarar essa dor no meu peito??

    Gostar

    Comentar por Angela | 30 de Janeiro de 2017 | Responder

    • Você investiu todas as suas fichas nele, agora que ele foi embora, o seu mundo caiu.
      Aprenda com esta difícil experiência. Nunca mais entregue-se totalmente num amor! Invista a sua energia de firma equilibrada entre amigos, familiares, interesses, profissão, lazer, etc…
      Caso contrário você pode se tornar obcecada por ele, e isto não é saudável e muito perigoso pra você!
      Lembre-se que existem milhões de pessoas no mundo, retire o investimento de sua energia deste homem, comece a por sua energia em outros elementos da vida que não irão te abandonar, procure interessar-se por natureza, viagens, cultura, amigos, etc,
      Um forte abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 15 de Fevereiro de 2017 | Responder

      • Léa,

        Muito obrigado. Suas palavras ajudaram.

        Abraços,

        Gostar

        Comentar por minha bandeira brasileira | 23 de Fevereiro de 2017

      • Um abraço para você também!

        Gostar

        Comentar por leamichaan | 14 de Março de 2017

  34. Olá, Meu nome é MRC. 7 anos com ela, depois de algumas desavenças em julho onde vim morar com meus pais, para refletir e não tomar decisões com base na raiva que eu estava, em setembro voltei a ir algumas vezes em casa, na primeira vez, eu fui para sala e sentei do lado dela, ela deixou eu abraça-la, e em seguida eu tentei beija-la e ela deixou, parecia mais que tinha se rendido, depois daquela noite eu passei a ir lá a cada 15 dias, e estávamos reconstruindo nosso amor, as atitudes e ações dela aparentavam essa reconstrução, o mês de outubro foi simplesmente maravilhoso, falamos sobre casamento, a possibilidade de adoção de um BB, ou até um tratamento para ela engravidar, quando eu saia na rua para ir embora, ela gritava no portal que me amava, se eu estava limpando a frente da casa ela ficava na janela, e eu já sabia que ela queria um beijo….eu estava recuperado da situação passada em julho, e com muitos pensamentos de futuro. Dia 31/10 uma segundo feira depois de um fim de semana que saímos com os pais dela, ela me pediu para ficar em casa pois iria ficar tarde para ir embora no domingo, e na segunda levantamos cedo e fomos juntos para a rodoviária, ela ia para o trabalho, eu voltar para casa, voltei tão feliz nossa, quando naquele próximo sábado dia 05/11 eu vejo no face dela que ela havia se convertido ao Islamismo, e tudo acabou ali, sem eu poder fazer nada, ela não fez nenhum contato para explica o por que daquela atitude, no único contato que tivemos eu tentei conversar, mais a frase dela foi (me deixa quieta no meu canto), depois me bloqueou nas redes sociais, todas elas, dessa atitude eu pensei que realmente tinha acabado, de tempos em tempos ela liberava o face, mais não aceitava o meu convite, e ela começou a ir para cima, no face dela estava noiva com um, relacionamento sério com tal e por aí vai, e elaia e bloqueava novamente, tempos atrás ela venho me acusar de fazer fake no facebook e fica bisbilhotando a vida dela, eu fiquei muito surpreso com tal acusação, e nada mais normal eu dizer (eu sou idiota agora, eu amo você e te quero de volta, por eu iria fazer isso, para perder qquer chance que seja minima com você)…não teve jeito, com certeza ela ainda me tem como culpado, eu estava tão cheio das ações gerais dela e da sobrinha, e escrevi um texto e coloquei alguns áudios, mais a base foi (EU NÃO AGUENTO MAIS TUDO ISSO, VOCÊS NÃO TEM FIM, PARECE QUE ISSO NÃO VAI ACABAR NUNCA, EU ESTOU JOGANDO A TOALHA, ADEUS). Então deixei meu whats para que se ela quisesse me pedir desculpas ou conversar sei lá, apesar que ela já tinha meu whats, com cerca de 3 ou 4 dias depois ela liberou o whats, denovo a mesma situação, estava tudo bloqueado, por que ela vem a faz isso, se ela quer acabar de vez, por que faz isso, e conversamos até hoje, isso já fez um mês, falamos ocasionalmente, ela raramente responde alguma coisa, outro dia coloquei modifiquei minha imagem de perfil do whats, coloquei uma imagem onde estava de barba, e ela disse que eu ficava lindo de barba que estava parecendo um muçulmano, desde o dia 05/11 só existem ações e atitudes contraditórias a todo momento…eu a amo muito, mais não sei o que pensar, ou como agir de momento em momento.

    Gostar

    Comentar por MRC | 14 de Fevereiro de 2017 | Responder

    • Você não sabe como agir, porque não existe algo que você possa fazer para reconquista-la. A única coisa que você pode fazer é parar de investir nela afetivamente, psicologicamente, parar de pensar nela e de sacrificar seu tempo e sua energia em nome dela!
      Pare de dar atenção dentro e fora de você para o lá. Existem milhões de pessoas no mundo, porque você está tão obcecado por ela? Isto é doentio. Você desenvolveu a crença que ela é a mulher da sua vida e alimenta está crença que só te faz mal.
      Liberte-se dela e seja feliz!
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 11 de Março de 2017 | Responder

  35. Oi conheci meu grande amor aos13 anos hoje sou casada eu tentei me apaixonar amar varias vez mas nunca esqueci meu grande amor casei com medo de ficar so pro resto da vida pois tive depressão muito seria não comia não por 3 meses so agua minha mãe achou até que estava gravida pois vivia enjoada o cheiro. Da comida embrulhava meu estômago até que ela percebeu que queria me matar que estava com uma tristeza profunda pois meu grande amor se matou hj já se passaram 11 anos sou casada a cinco mas todos os dias sonho com ele agente conversa ir e ele sempre fala que não dariamos certo pois hj ele ve como sou e me sinto culpa pois meu marido me ama muito me ajuda muito e ele sabe q traio em sonho mas fala q não liga mas peso a Deus para amar meu marido e esquecer meu grande amor

    Gostar

    Comentar por Sorriso | 23 de Fevereiro de 2017 | Responder

    • Ouça este vídeo com atenção e saiba como esquecer este amor!
      E coloque atenção no seu esposo!
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 19 de Março de 2017 | Responder

  36. Olá, bom dia. Conheci uma pessoa estivemos junto durante 3 anos,pouco tempo mais tivemos momentos bons, agradável, mais não demorou e veio as brigas, discussão…separamos, estou na mesma cidade que ele mora, na verdade, nos vemos sempre, ele frequenta minha casa, mais me trata com muita indiferença, é o tempo passa, e eu não consego me reerguer, foram muitos problemas, a mãe dele sempre estava no meio de nos dois, era uma relação muito conturbado, mais não sei o que acontece comigo, não consigo me desligar, não acho e explicação para esse sentimento, preciso de ajuda, se poder me responder eu agradeço de coração, obrigado Roseni Moura.

    Gostar

    Comentar por Roseni Guedes Frazão | 12 de Março de 2017 | Responder

    • Assista este video com atenção, aqui esta a resposta:

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 21 de Março de 2017 | Responder

  37. Olá eu so Meirylaine da Silva Rebouças eu moro no Es quando eu tinha 15 anos eu arrumo meu primeiro namorado o Erik na epoca ele também tinha 15 anos nós éramos muito jovens nós namoramos meu primeiro namorado eu lembro dele até hoje agora eu to com 32anos eu fico comparando todos os meus namorados com ele isso não é normal e todos não estão dando certo eu numca me casei e eu não tenho filhos e eu numca esqueci oErik até hoje ele foi meu grande amor e sempre vai se dentro do meu coração na epoca a família do Erik saiu daqui do Es e todos foram mora emGovernador Valadares minas gerais na epoca eu fiquei mal e fiquei arrasada por anos agora passo muito tempo mais eu numca eu esqueci ele meu primeiro namorado é isso eu precisa conta essa historia para alguém Meirylaine da silva Rebouças Es

    Gostar

    Comentar por Meirylaine Da Silva Rebouças | 9 de Junho de 2017 | Responder

    • Você já procurou o Erik nas redes sociais? Penso que você esta idealizando este rapaz! Vale a pena conferir se ele ainda é TUDO isto😉
      Um grande abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 27 de Julho de 2017 | Responder

  38. Porque é tão difícil esquecer alguém? Que no entanto, talvez nem pense mais em mim. Como eu pense nele. E porque é tão difícil, entender isso?!

    Gostar

    Comentar por Paula | 3 de Agosto de 2017 | Responder

    • Você não consegue esquecer porque investe muito pensamento, afeto, tempo, corpo e energia nele. Ou seja, você dá muita atenção para ele. E tudo o que a gente põe atenção, cresce!
      Está na hora de você se esforçar para parar de pensar nele. Se ele nem pensa em você, pare de se machucar pensando nele. Comece a pensar em pessoas e possibilidades que te fazem bem, que vale a pena investir.
      Saiba que pensar nele equivale perder o seu precioso tempo de vida!
      É ir para trás!
      Vá para frente! Esforce-se para colocar sua atenção em coisas positivas e úteis para você e a sua vida!
      Um abraço,
      Léa

      Gostar

      Comentar por leamichaan | 9 de Agosto de 2017 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: